Beleza

Beleza, saúde e meio-ambiente fazem pessoas optarem por cosméticos naturais

Juliana Simon

Do UOL, em São Paulo

Existe vida além dos cosméticos industrializados. Para evitar química no corpo, para ficar mais bonita ou por convicções ecológicas, muitas pessoas estão substituindo as fórmulas tradicionais, cheias de compostos químicos, por receitas feitas em casa. Cinco mulheres que escolheram produtos mais saudáveis contam ao UOL o que mudou em suas rotinas de beleza.

  • Arquivo pessoal

    Laura Kim, culinarista vegana, 41 anos

    "Descobri maneiras alternativas após me tornar vegana em 2003. Com os produtos naturais, eu me sinto melhor, mais em contato comigo mesma e com o universo. É uma sensação única de poder, de criar, de ter segurança sobre si mesma. Faço o xampu de juá, que serve como sabonete também. Conheci as receitas através de pesquisa sobre como índios isolados da sociedade se limpavam. Acho que quanto menos se utiliza cosméticos industrializados, menos se precisa deles. O oposto é verdadeiro: quanto mais se usa produtos industrializados, mais se necessita consumir, seja em quantidade, seja em variedade".

    Imagem: Arquivo pessoal

  • Arquivo pessoal

    Júlia Doorman, blogueira, 28 anos

    "Antes não acreditava nessas receitas caseiras, mas há três anos, quando comecei a testar no cabelo, vi que poderia dar muito certo. Hoje uso o óleo de coco tanto para o cabelo quanto para a pele, como demaquilante. Também nos fios, adoro a hidratação da babosa e do abacate. Para esfoliar a pele, nada melhor que mel e açúcar. Além de obter bons resultados, você acaba economizando, pois são ingredientes que você encontra em casa mesmo".

    Imagem: Arquivo pessoal

  • Arquivo pessoal

    Eloisa Toguchi, artesã, 30 anos

    "Aos 11 me tornei vegetariana e durante esses quase 20 anos mudei diversos hábitos, mas a beleza ficou para trás, pela conveniência e porque eu trabalhava numa marca de cosméticos. Há um ano, quando deixei o emprego, comecei a estudar e hoje faço pasta de dente, desodorante, perfume, hidratante, sabonete, xampu, máscaras, demaquilante e maquiagens com manteigas, óleos, chás, ervas e extratos naturais. Quando abandonamos os industrializados passamos a nos conhecer de verdade: a textura real do cabelo, o cheiro do corpo, o comportamento da pele. É muito bom se sentir livre, economizar, não produzir muito lixo, se conhecer e ser consciente das escolhas e do impacto que fazemos."

    Imagem: Arquivo pessoal

  • Arquivo pessoal

    Fernanda Carpegiani, jornalista, 28 anos

    "Comecei a substituir os produtos há três anos. Foi uma reavaliação geral da minha vida e a procura por um jeito mais natural de me cuidar entrou nisso. Comecei pelo xampu, depois foi sabontete, desodorante e protetor solar. Ainda uso maquiagem e perfume convencional, mas estou buscando alternativas sem pressão e com equilíbrio. É um processo de desintoxicação de um corpo acostumado com química por anos. Hoje, minha rotina de beleza ficou mais fácil e barata --um xampu em barra, por exemplo, custa cerca de R$ 8 e dura até seis meses. Não é difícil achar produtos com essa proposta e encontro todos na internet e nas feiras naturais."

    Imagem: Arquivo pessoal

  • Arquivo pessoal

    Bruna Moratelli, assistente administrativa, 29 anos

    "Em 2015, comecei a procurar opções para reduzir custos. Hoje, a única diferença na minha rotina é que uso sabonetes naturais, tonifico com hidrolatos [águas florais] e hidrato com óleos vegetais e cremes que eu mesma faço. Comecei a seguir blogs sustentáveis, me inscrevi em cursos. Virou uma paixão. Sinto que consigo controlar mais a oleosidade e as irritações da pele. Constatei que alguns produtos naturais são bem mais eficientes na limpeza e retirada de maquiagem. Substituí também o xampu tradicional pela versão em barra que também faço, e reduzi a oleosidade e a caspa. O desodorante também foi substituído por um de óleos essenciais. Além de produtos de higiene pessoal, faço meu sabão de lavar roupas e amaciante".

    Imagem: Arquivo pessoal

Topo