Cabelos

Cansou do alisamento? 5 cuidados essenciais para tratar os cachos

Getty Images
Pentear errado pode acabar com o sonho de cachos definidos imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

Cada vez mais, mulheres cacheadas e crespas estão largando mão de alisamentos químicos e chapinha para valorizar o cabelo natural. Porém, esse processo não é fácil e requer cuidados específicos. O UOL procurou profissionais para saber os erros mais comuns de quem passa pela transição.

  • Produtos precisam ser específicos para cachos

    Assumir os cachos requer atenção aos rótulos. "A maioria das mulheres acredita que esse tipo de fio é mais forte, não é. Ele apresenta mais frizz, ressecamento (por conta da oleosidade natural não e chegar às pontas) e porosidade. Por isso, indico produtos específicos carregados com agentes hidratantes e reconstrutores, como queratina, vitaminas (B5 e E) e óleos vegetais. Outra dica é usar spray de brilho", indica Olivier Costa, hair stylist do Espaço Vip (RJ).

  • Atenção ao pentear

    Oliver aponta outro grande pecado entre as cacheadas. "É preciso pentear com cautela, com os cabelos molhados e com leave-in e depois amassar com uma toalha", diz. O uso de pentes finos, escovas e elásticos também não combinam com uma boa definição dos cachos, além de quebrarem os fios, lembra Josy Silveira, hairstylst do Studio Tez/Spa do Cabelo, especializada em cachos e cabelo afro.

  • Cuidado semanal e redobrado

    Usar os cachos soltos pode até ser uma libertação da chapinha e de processos químicos como o alisamento, mas a rotina semanal de hidratação e nutrição faz a diferença. "Quanto mais naturais e protegidos das agressões os fios forem, mais bonitos serão. Não fazer hidratação e nutrição vai deixar o cabelo cacheado ainda mais ressecado, volumoso e com frizz", alerta Ulisses SJ, hair stylist do E.A. Creative Salon.

  • Corte errado pode "matar" os cachos

    "Evite o corte reto, ele não dá leveza e cabelo cacheado precisa ter balanço natural. Opte por camadas sutis nas pontas com um leve degrade na parte frontal. Para as ousadas, camadas altas e, dependendo do formato de rosto, um franjão também conferem leveza", diz Olivier.

  • Dispense os processos químicos agressivos

    A descoloração e o excesso de química desestruturam o fio e a definição dos cachos. Por isso, na hora de colorir o cabelo, a indicação é unânime: deixar de lado nas tinturas que contêm amônia, os pós descolorantes de volumagem alta e invetir em tonalizantes, que agridem menos os fios. Vale ainda evitar as químicas relaxantes, como guanidina, tioglicolato e hidróxidos, lembra Olivier.

Topo