Cabelos

É possível alisar os fios cacheados e crespos de maneira mais saudável

Getty Images
Cuidados e bons produtos garantem escova, chapinha e alisamento saudável imagem: Getty Images

Cecília Leite Pabst

Colaboração para o UOL, de São Paulo

Muito se fala em recuperar os cachos, assumir os crespos e deixar de usar a chapinha. No entanto, não são todas as mulheres que pretendem fazer isso. Se você gosta de alisar os fios, que tal fazer o procedimento sem estragar o cabelo? A seguir, veja as dicas que o UOL reuniu com especialistas para ajudar.

  • Vá de produtos autorizados

    Para sua própria segurança, prefira sempre produtos autorizados e testados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Entre eles, uma opção para alisar moderadamente é usar tioglicolato de amônia. "Ele preserva as cadeias que sustentam a estrutura interna dos fios, o que facilita reverter o processo com técnica de permanente", explica Aloisio Filho, educador da marca L'Oréal Professionnel.

  • Aminoácidos são indicados

    Para fazer um alisamento menos agressivo e temporário, utilize produtos feitos à base de aminoácidos, como carbocisteina e oxiacetamida. "Eles reduzem a ondulação de forma amena, sempre com o cuidado de mudar só um pouco a estrutura das ondas. Isso porque se mudar de crespo para liso de uma vez muito provavelmente os cachos não voltarão, pois terá sido alterada a estrutura do cabelo", explica Cris Dios, proprietária do SPA de cabelo Laces and Hair (SP).

  • Não esqueça os nutrientes

    O efeito que o alisamento causa é superficial e geralmente impede a entrada de nutrientes no fio. O processo pode ser realizado com uso de escovas ou pranchas, mas o mais importante é identificar se o cabelo também está saudável. Teste óleos naturais, como óleo de coco e de amêndoas doce ou o extrato de oliva. "Todos esses óleos vegetais são importantes para a hidratação dos fios", avisa o especialista André Florindo.

  • Invista nos óleos essenciais

    O cabelo crespo e muito crespo é naturalmente seco, pois em sua composição química existe uma deficiência de armazenamento de umidade. Isso gera aspereza e ausência de brilho, e pode atrapalhar o processo de alisamento. "Indico óleos essenciais como de semente de uva, abacate e manteiga de karité, associados ao cuidado com produtos hidratantes, para ajudar a minimizar o efeito desidratado dos cabelos crespos em geral", diz Aloisio.

  • Liso clássico

    Para um alisamento prático e saudável, invista no clássico para fazer em casa: xampu, condicionador e leave-in específicos. Ou seja, produtos para cabelo oleoso, seco ou misto, de acordo com o seu tipo. Rodrigo Cintra, cabeleireiro do Studio W e do programa "Esquadrão da Moda" (SBT), deixa uma sugestão: "Aplique CC Cream com proteção térmica antes de secar e, com uma escova redonda e de cerdas naturais, escove mecha por mecha. Não esqueça que o secador deve ficar a uma distância de 30 centímetros para não queimar e quebrar os fios. Se for preciso, use a prancha. Deslize-a umas três vezes em cada mecha. Aplique spray de brilho no final".

  • Liso de salão

    Existem produtos que ajudam no realinhamento, na reestruturação e na defrisagem dos fios. Um deles é com a tecnologia bio lacase, com enzima extraída de um cogumelo. No entanto, é um procedimento indicado para fazer no salão, com ajuda de um especialista. "Ele proporciona fios mais alinhados e sem frizz, mas é legal principalmente porque não contém conservantes e não oferece riscos à saúde, pois é sem formol, sem cheiro e sem fumaça", garante Cintra, que explica as duas formas de aplicação. Na mais forte, para quem quer deixar o cabelo mais liso, é usada a prancha. Nesse caso, alguns fios podem ter a estrutura alterada e ficarem mais alinhados, isto é, sem voltar ao volume e aos cachos que tinham antes (só quando o produto sair dos fios, o que leva, em média, dois meses). A outra versão é mais leve, apenas com escovação, que tira o volume e minimiza o frizz, mas não interfere na constituição do cabelo.

  • Cuidado redobrado

    Após realizado qualquer processo de alisamento, alguns cuidados devem ser seguidos à risca para manter os fios saudáveis. São eles: hidratações reconstrutoras e profundas semanais e preferir por xampu e condicionador com base hidratante e que contenham aminoácidos, ceramidas, lipídeos e Vitamina E. "Ainda assim, quando precisar fazer manutenção com secador e prancha, não esqueça de aplicar um protetor térmico de base oleosa, preferencialmente com óleos essenciais e filtro UV para proteger bem e não queimar o cabelo", diz Aloisio.

Topo