Últimas de Estilo de vida

Quais cremes faciais homens e mulheres devem usar em cada faixa etária

Getty Images
Não sabe qual creme facil usar? Veja indicações de especialistas imagem: Getty Images

Juliana Simon

Do UOL, em São Paulo

A oferta de produtos para a pele que prometem hidratação, nutrição e rejuvenescimento do rosto é enorme. E não só para as mulheres. Apesar de ter a pele mais grossa e resistente, os homens também devem ter a mesma rotina de cuidados. Diante da variedade de opções, quais são os tratamentos indicados para qual idade? O UOL falou com especialistas para esclarecer essas e outras dúvidas.

  • Antes dos 20 anos

    A dermatologista Anelise Ghideti defende que o primeiro passo é, ainda na infância, não esquecer do protetor solar todos os dias. A cosmetóloga e esteticista Roseli Siqueira acrescenta que o primeiro cuidado também deve ser a higienização diária no início da adolescência, com produtos naturais derivados de chás, mel e camomila. "Muito do que é vendido hoje para essa faixa é derivado de petróleo, que intoxica a pele", diz.

  • A partir dos 20 anos

    Para Karina Gilio, médica cirurgiã plástica, um hidratante leve, à base de sérum, e um protetor solar são suficientes. Já Anelise defende o uso de cremes leves com a Vitamina C, "que previne o envelhecimento por sua ação antioxidante, além de clarear e iluminar a pele". O uso da vitamina, no entanto, não é opinião unânime. Roseli, no entanto, é contra e argumenta que pode tornar a pele mais ácida e causar manchas no futuro.

  • Aos 30 anos

    Nessa faixa já começam a surgir as rugas, flacidez e manchas. A dermatologista Geisa Costa acredita que já é hora para cremes anti-rugas. Anelise defende o poder de ativos ácidos, como derivados da vitamina A (retinol, retinoaldeido, ácido retinoico e adapaleno), clareadores (hidroquinona, arbutin alfa, acidokojico) e antioxidantes (vitamina C).

  • Aos 40 anos

    Nesta faixa, a pele saudável ainda recupera a película protetora naturalmente, mas começa a ficar mais fina. Além disso, há um declínio hormonal e perda de hidratação da pele. Anelise recomenda o uso de ativos com uma função reestruturante e de estimulo de colágeno maior, como os peptídeos, substâncias hidratantes (ácido hialurônico, ceramidas) e ativos que reponham alguns componentes hormonais (soja).

  • A partir dos 50 anos

    Nesta faixa, é comum a indicação de cremes ainda mais concentrados para repor a proteção natural de uma pele ainda mais frágil, ressecada e sensível. Para Roseli, o ideal é um creme mais nutritivo e com efeitos tensores. Os ativos indicados são o ouro e o chocolate, que estimulam a circulação. Sobre os cremes mais densos, a cosmetóloga diz que o uso não deve ser contínuo, para que a pele não fique muito "carregada" e acabe perdendo o poder de reter a hidratação. A indicação, segundo ela, é dar um descanso de três a quatro meses de um pote para outro.

  • Para todas as idades

    A indicação dos especialistas é nunca deixar a pele desprotegida do sol, deixá-la sempre limpa para que não sofra com maquiagem e poluição e beber pelo menos um litro e meio de água todos os dias.

Topo