Pele

Nécessaire de verão: veja dicas de cuidados e de produtos para toda a família

Getty Images/Thinkstock
Na nécessaire de verão de homens, mulheres e crianças não pode faltar filtro solar imagem: Getty Images/Thinkstock

ISABELA LEAL E SIMONE SERPA

Colaboração para o UOL

Esses dias de muito calor e exposição intensa ao sol forte exigem cuidado redobrado, o que significa uma pequena transformação nos tipos de cosméticos que se usa habitualmente. Os filtros solares devem ser mais potentes, hidratante e sabonetes menos cremosos e, de maneira geral, tudo que se põe na pele precisa ter fórmula leve. Tudo vale a pena para intensificar a proteção e deixar a cútis menos “carregada”, já que é época de transpirar. Para fazer essa adaptação no arsenal de beleza, o UOL Estilo conversou com três dermatologistas – dois do Rio de Janeiro, onde os termômetros vão às alturas, e uma de São Paulo – que fizeram recomendações importantes para enfrentar este verão rigoroso.

Ao contrário do que se pensa, as dicas não são apenas para as mulheres. Homens, crianças e adolescentes também precisam se ajustar às necessidades da estação mais quente do ano para manter a pele fresca, bonita e bem cuidada. O segredo está em três cuidados fundamentais: limpeza, proteção solar e hidratação, que são a base de tudo. Um bom sabonete, que varia de acordo com o tipo de pele e a faixa etária; filtros solares turbinados para uso diário, independentemente de ir ou não à praia; hidratantes que retêm a água na pele e preservam parte dos sais minerais perdidos com o suor são essenciais. Além disso, os médicos alertam para o uso de outros itens. “Protetores labiais com filtro solar são muito importantes, principalmente para quem tem tendência a herpes”, diz a dermatologista Karla Assed, do Rio de Janeiro. “Quem tem pele oleosa não pode deixar de usar produtos com ação matificante, que têm a capacidade de absorver a oleosidade por até quatro horas”, sugere a dermatologista Ana Lúcia Recio, de São Paulo. “Gel esfoliante para reduzir a formação de cravos na pele oleosa dos adolescentes também não pode faltar”, lembra o dermatologista Murilo Drummond, do Rio de Janeiro. A seguir, conheça os tipos de produto que devem compor uma nécessaire correta de verão, companheira inseparável durante toda a temporada.

Mulheres

Segundo a dermatologista Karla Assed, todos os tipos de pele exigem cuidados, não importa as características. “O que varia são os produtos que se adaptam às necessidades de cada tipo de derme”, diz. Ela detalha: “Com o excesso de sol, a pele seca tende a ficar mais ressecada, principalmente a do corpo, e a oleosa tende a ficar ressecada em um primeiro momento, mas dias depois podem aparecer espinhas”, justifica. Para evitar o problema, não se pode abrir mão de uma boa limpeza e muito filtro solar, diariamente. Nessa época do ano, a médica recomenda, preferencialmente, FPS 60, não importa a cor e o tipo de pele, e ressalta a importância de proteger também os lábios. “É importante usar regularmente batons com filtro solar ou mesmo protetor labial com FPS”, sugere Karla, que aconselha também maquiagem oil free em tempo de calor muito forte, principalmente para as que têm pele oleosa. Mas faz uma ressalva: “É bom lembrar que maquiagem com filtro solar não dispensa o uso do bloqueador propriamente dito”. Veja aqui quais os cuidados que se deve ter, de acordo com o tipo de pele.

Crianças e adolescentes
 
O dermatologista Murilo Drummond é taxativo: “Mesmo bem pequeninas, as crianças já devem se acostumar ao uso do filtro solar, que deve ser aplicado a cada 90 minutos sempre que estiverem ao ar livre, seja na praia, piscina ou parquinho”. E para elas, que, em geral, têm pele bem sensível, também são válidas as regras de limpeza e hidratação constantes. Já os adolescentes com glândulas sebáceas superestimuladas, pele muito oleosa, sujeita a erupções cutâneas, como cravos e espinhas, o mais importante é cuidar da limpeza. “É a higiene regular que vai evitar a formação de acne, que é um processo inflamatório na pele”, ressalta o médico. E o sabonete não deve ser usado apenas na hora do banho. “É importante lavar o rosto de duas a três vezes por dia. Em seguida, vale aplicar um bom tônico sem álcool.” Para as meninas, ele sugere maquiagem oil free, que tem fórmula mais leve.

O que as crianças devem usar:

Sabonete

Pode ser em barra ou líquido, mas a recomendação é que seja de glicerina, que geralmente é neutro, delicado e por isso ideal para o banho dos pequenos. Em caso de picadas de insetos, comuns nessa época em que ficam muito tempo ao ar livre, recomenda-se usar sabonetes com ação antisséptica, para evitar inflamação local.  

Filtro solar
As fórmulas desenvolvidas especialmente para as crianças têm controle e acompanhamento pediátrico. Por isso, geralmente os filtros próprios para bebês e crianças cumprem todas as premissas importantes para cada faixa etária e normalmente têm consistência fina, são fáceis de aplicar e ultra resistentes à água, atrito com areia e transpiração intensa. Importante: deve ser reaplicado a cada 90 minutos.

Hidratante
Os que contêm uréia em sua fórmula são perfeitos, pois mesmo que em baixa concentração, garantem uma hidratação mais prolongada. Se possuir água termal em sua composição, melhor ainda, porque torna a consistência mais fluida e boa de espalhar. O melhor horário para aplicar é à noite.

O que os adolescentes devem usar:

Sabonete
As versões em barra são muito eficientes para controlar a oleosidade. Nos casos mais críticos, pode-se lavar o rosto três vezes ao dia. Para as meninas, loção de limpeza que funciona como demaquilante é extremamente importante para limpar profundamente e remover a maquiagem. As águas termais também são indicadas – ricas em sais minerais, elas têm ação calmante e hidratante, o que é útil no verão e os adolescentes se beneficiam ainda de sua ação antiinflamatória.

Filtro Solar
Tem que ser a versão oil free, em consistência de gel ou fluido, e que controle a oleosidade. É fundamental aplicar diariamente pela manhã e reaplicar a cada duas horas, especialmente se estiver exposto ao sol. Para os surfistas, a aplicação de filtro deve ser mais freqüente, a cada hora.  

Hidratante
É bom que tenha consistência de gel-fluido, essa versão não oferece dificuldades para espalhar. Quanto aos benefícios é importante que atue sobre os principais problemas da pele oleosa: brilho, produção sebácea, acne e poros obstruídos. Deve ser aplicado à noite, de dia somente quando for ficar em ambientes internos.

Homens

“A maioria dos homens tem pele oleosa ou com tendência a sê-lo. Quando não é assim, apresentam pele mista, ou seja, oleosa na zona T (testa, nariz e queixo) e o restante do rosto normal”, afirma a dermatologista Ana Lúcia Recio, de São Paulo. Por isso, para os homens, ela faz recomendações especiais para o verão: “é preciso lavar de duas a três vezes por dia o rosto, mas nada de esfregar, para não estimular as glândulas sebáceas que produzem ainda mais gordura como resposta”, diz a médica. Outros cuidados são imprescindíveis: o uso de produtos "oil free" ou em veículo gel ou gel-creme e filtros solares, de FPS mínimo 15, para o dia a dia na cidade e com FPS mais alto na praia ou piscina. “Há quem ache que pegar sol ajuda a ressecar a pele, mas isso é ilusão. O que acontece de fato é que o excesso de sol piora a oleosidade na medida em que torna sua parte externa mais espessa, obstruindo os poros e favorecendo a formação e acúmulo de cravos”, esclarece a especialista.

Sabonete
Géis de limpeza e sabonetes em barra ou líquidos são bem práticos, como os homens gostam. Basta dar uma boa lavada para eliminar a oleosidade excessiva, impurezas e melhorar o aspecto da pele. É importante usar de manhã e à noite, antes de dormir. E em alguns casos, se a pele tiver muito brilho, pode lavar uma vez à tarde também.

Filtro Solar
Para o dia a dia de trabalho, o ideal é um protetor com ativo antibrilho, fator de proteção de no mínimo 15 e com textura leve, que são indicados para esse tipo de pele. Nos finais de semana de sol, o FPS recomendado é no mínimo 30, sem esquecer dos bastões de proteção labial, que devem ter esse mesmo FPS. É melhor que ambos não contenham óleo na fórmula, para garantir textura leve e rápida absorção, e sejam reaplicados a cada duas horas.

Hidratante
Para os homens, precisa ser de fácil aplicação, seja em forma de gel, fluido ou loção, sempre sem óleo na composição. E o mais importante: ter ação matificante, isto é, que absorva a oleosidade e deixe a pele com pouco ou nenhum brilho. Aplicar depois de limpar a pele.

Topo