Cabelos

Finalizadores: saiba escolher o melhor para seu cabelo, sem se confundir com tantas opções

Thinkstock/Getty Images
Definir os cachos e reduzir volume são algumas das funções dos finalizadores disponíveis no mercado imagem: Thinkstock/Getty Images

ISABELA LEAL

Colaboração para o UOL

Reduzir volume, definir cachos, domar fios rebeldes, dar volume, reparar pontas duplas, ativar o brilho ou produzir um efeito mais liso. Essas, entre outras, são tarefas fáceis para os finalizadores, aqueles produtos sem enxágue – como o próprio nome sugere – idolatrados pelos cabeleireiros e que estão cada vez mais em alta também nas bancadas e prateleiras dos banheiros das mulheres, como cosmético imprescindível do dia a dia. Não é para menos, as grandes marcas – e as menores também – estão investindo pesado no poder desses produtos que surgem cada vez mais elaborados e eficientes. Prova disso é que eles evoluíram tanto, que além de efeitos visuais e sustentação de penteados, os finalizadores hidratam, protegem do sol e do calor do secador e chapinha, mantêm a cor por mais tempo e até nutrem os fios durante a noite, entre outros benefícios. No arsenal de opções, a grande novidade é a pomada em pó, sob o apelo de dar textura mate, deixar os fios irregulares e levantar a raiz, tudo isso sem o risco de emplastrar. O único problema dessa categoria de cosméticos é que conseguem produzir tantos efeitos e benefícios que o consumidor corre o risco de se confundir na hora de comprar e de usar.

Mas para tirar proveito desses produtos, que promovem verdadeiros milagres nos cabelos, o segredo é escolher o mais adequado para o tipo de fio, utilizar a quantidade certa e de maneira correta. “Caso contrário, o cabelo fica pesado, emplastrado e o produto não atua como deveria, podendo até ter efeito contrário, como aqueles casos em que pesa nos fios por ter sido aplicado com exagero”, diz o cabeleireiro Sandro Cassolari, do salão Cassolaris, de São Paulo. “O erro mais comum das mulheres é usar um produto que não é indicado para seu tipo de cabelo. Uma boa dica para não errar é seguir as recomendações do fabricante e principalmente do cabeleireiro”, sugere Sandro.

É tão bom que não tem enxágue

Resumindo: a proposta dos finalizadores é deixar os fios bonitos e bem tratados. Seja para dar sustentação a um penteado, vida longa a uma escova ou complementar um tratamento de hidratação após uma boa lavagem com xampu e condicionador. “Esses produtos são protetores e seladores dos fios, esta é sua maior função. De nada adianta ir ao salão, fazer um tratamento potente e cuidar regularmente, se não fizer o uso diário de um bom finalizador – o principal agente de manutenção e recuperação de um cabelo. Isso vale para qualquer tipo de fio, liso, ondulado, crespo, repicado ou fio reto”, enfatiza Luciana Nilo, cabeleireira e uma das proprietárias do salão Clip Imagem, de Belo Horizonte (MG). Algumas mulheres comprovam a teoria da especialista. “Não sei o que é sair de casa sem leave-in. Com ele, os cachos ficam mais bonitos, definidos. Uso todos os dias. Quando lavo, aplico um creme para pentear com os fios ainda úmidos e quando não lavo, e os cachos amanhecem amassados e disformes, aplico um leite para pentear nos fios secos mesmo e os cachos renascem. É incrível”, conta a atriz Taís Araújo, dona dos cachos mais invejados da televisão brasileira. “Meu cabelo é muito fino, por isso tenho os cachos frágeis. Há mais de dez anos uso diariamente leave-in e nem preciso me preocupar. É concreto o benefício: além de cachos mais definidos, sinto os fios bem tratados. Experimento todos os lançamentos, não deixo de testar nenhum. O que estou usando agora parece um tratamento de salão, de tão adequado para o meu cabelo”, conta a diretora de marketing Lúcia di Lorenzo, de Brasília.

Pomada em pó: a bola da vez

Não existe um só salão badalado das principais capitais do Brasil que não esteja utilizando a pomada em pó. A novidade é unanimidade entre os experts, principalmente nos curtíssimos. “É um espetáculo, funciona mesmo. Ela dá um volume incrível na raiz, é perfeita para cabelos curtos”, revela Luciana, do Salão Clip Imagem, de Belo Horizonte. “É muito bacana, o efeito nos fios do cabelo é mais seco que uma pomada comum, sendo ideal para estilizar cabelos curtos, mais modernos, desarrumados”, complementa Sandro Cassolari.

Topo