Beleza

Saiba como prevenir e tratar os vasinhos para exibir pernas lindas no verão

Arte/UOL
Vasinhos, ou microvarizes, são resultado de uma soma de fatores genéticos e de estilo de vida imagem: Arte/UOL

ISABELA LEAL

Colaboração para o UOL

O verão está chegando, e com o calor não há como evitar que as pernas fiquem à mostra. Sendo assim, é natural o desejo de exibi-las bonitas e saudáveis. No entanto, existe um problema comum que atrapalha bastante este projeto de pernas impecáveis, mesmo que a pele esteja bronzeada e hidratada, e coxas e panturrilhas torneadas: são as microvarizes, ou vasinhos, denominadas clinicamente como telangiectasias. Essas veias de coloração azulada ou avermelhada perceptíveis quando olhamos para a pele – em ramificações fininhas que não passam de 1 mm, como se fossem uma raiz de árvore – incomodam a vaidade feminina. “Tenho alguns vasinhos na parte interna do joelho. São bem discretos, e há muito tempo eles são do mesmo jeito, não aumentam nem engrossam, mas me incomodam profundamente. Por causa deles fiquei com mania de sempre colocar as mãos no joelho quando cruzo as pernas, para tampá-los”, conta a analista de sistemas Karina Galbini, 32 anos, do Rio de Janeiro.

Apesar de ser um problema puramente estético, isto é, que não implica em nenhum risco para a saúde, é comum a preocupação de que eles se tornem varizes um dia. Essa possibilidade, porém, é remota. “Esses vasos não se dilatam a ponto de se tornarem varizes. O que normalmente acontece é eles aumentarem em quantidade. Porém, é bom observar, pois a existência desses vasos indica a tendência para a formação de varizes”, alerta o angiologista e cirurgião vascular Eduardo Fávero, do Rio de Janeiro.

Topo