Beleza

Cabeleireiro britânico Vidal Sassoon morre aos 84 anos

Anthony Devlin/WPA Pool/Getty Images
O cabelereiro Vidal Sassoon recebe condecoração do Império Britânico no Buckingham Palace, em Londres (20/10/2009) imagem: Anthony Devlin/WPA Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

O cabeleireiro Vidal Sassoon morreu nesta quarta (9) aos 84 anos em sua casa em Los Angeles. A causa da morte não foi divulgada, mas, em 2011, sua fundação anunciou que ele sofria de leucemia, doença diagnosticada em 2009.

Um dos principais nomes do mundo da beleza, Sassoon foi responsável por cortes históricos como o curtíssimo exibido por Mia Farrow no filme "O Bebê de Rosemary" - estilo que até hoje é visto em famosas como Carey Mulligan, Emma Watson e, recentemente, Anne Hathaway. Outro corte que leva sua assinatura é o "bob", um tipo de chanel com a nuca mais curta, já usado por Victoria Beckham e Katy Perry.


Em um perfil publicado no jornal The New York Times em 1999, o cabeleireiro relembrou a técnica que o fez conhecido: "Nós aprendemos a disciplinar os cortes de cabelo usando geometria, formas arquitetônicas e estrutura do rosto. O corte tinha de ser perfeito e em camadas perfeitas, para que quando uma mulher mexesse a cabeça ele voltasse ao lugar".

Sua carreira nos salões começou aos 14 anos, lavando os cabelos das clientes e fazendo misturas para tinturas. Aos 26, em 1954, abriu seu primeiro salão em Londres, tendo sido diretamente influenciado pelas linhas geométricas da escola de design e arquitetura Bauhaus. O primeiro salão em Nova York foi aberto em 1973, quando mudou-se para os EUA. Na mesma época, criou uma linha de produtos que leva seu nome. Hoje, a Academia Sassoon é uma das mais prestigiadas lançadoras de tendências de cortes e cores no mundo, treinando profissionais em vários países.

 

Topo