Beleza

Livro conta a história do cabelo e revela curiosidades sobre penteados e estilos de corte

Divulgação
No "Livro do Cabelo": cafuné ancestral dos pequenos índios ianomâmis e o icônico corte de Coco Chanel imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

Em tempo de mulheres bonitonas raspando a careca ao vivo pela TV, muita gente deve ter parado para pensar sobre o cabelo. Por que um ato deste tem tanto impacto? Muito além da estética, o cabelo é capaz de revelar detalhes da personalidade da pessoa. E mais: pode contar histórias, relembrar revoluções, organizar castas, dividir gêneros e indicar crenças.

Com os fios como tema, a jornalista Leusa Araujo escreveu o “Livro do Cabelo” (Editora Leya). Nele, é possível conferir a evolução dos estilos de cabelo através da história, com dados inusitados sobre rituais e estilos de culturas antigas e tribais – como o “catar piolho” dos ancestrais, ainda encontrado em povos indígenas: uma antiga forma de fazer cafuné.

Sansão e Dalila, Maria Antonieta, Black Power, o curto de Coco Chanel e o longo de John Lennon e Yoko Ono. Modas de cortes e penteados são destrinchadas na publicação. Há ainda um glossário relacionado ao tema e uma sessão “para macho”, sobre barbas e bigodes.

  • Divulgação

    Lançamento da Editora Leya conta curiosidade sobre os fios

 

Ficha Técnica

Título: Livro do Cabelo

Autora: Leusa Araujo

Formato: 21 x 25 cm

Páginas: 208

Preço sugerido: R$ 69,90

Topo