Beleza

Mais potentes, cremes noturnos são fundamentais para o cuidado com a pele

Thinkstock
É durante o sono que o organismo absorve melhor as propriedades antienvelhecimento presentes nos cremes faciais imagem: Thinkstock

Simone Ota

Do UOL, em São Paulo

Se você acha que creme noturno é pura frescura ou jogada de marketing da indústria da beleza, é melhor rever seus conceitos. É que, por definição, esse tipo de cosmético reúne ativos mais potentes e concentrados do que os indicados para o dia. “Além disso, o produto permanece em contato com a pele por muito mais tempo e não sofre interferência dos raios do sol, da poluição nem da luz artificial”, diz a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro. Dentro dessas características é possível encontrar desde creme clareador e hidratante até antiacne e anti-idade, manipulado ou não.

Segundo a dermatologista Flávia Martelli, de São Paulo, não há consenso sobre a hora certa de começar a usar o creme noturno. Em média, as mulheres lançam mão desse recurso a partir dos 25 anos de idade, quando há uma queda natural na produção das fibras de sustentação do rosto. “Mas nada impede que uma adolescente utilize-o para combater a acne ou o aumento da oleosidade. Aliás, acho que quanto mais cedo ela adquirir o hábito de usar creme à noite, melhor para ela”, afirma a médica. Outra que é a favor é a dermatologista Sara Bragança, do Rio de Janeiro. Segundo ela, esse tipo de cosmético tem a vantagem de agir no momento em que a regeneração celular atinge o ápice, ou seja, nas primeiras horas do sono, quando entra em ação o hormônio do crescimento. “Se já não bastasse isso, à noite, o organismo está mais ‘descansado’, o que favorece a absorção dos ativos”, completa Sara.

Nesse quesito, as substâncias queridinhas dos dermatologistas são as clareadoras, como o ácido retinoico e a hidroquinona. “É que elas não podem ser usadas durante o dia, nem mesmo se acompanhadas de protetor solar com FPS 50+, sob o risco de sensibilizar e irritar a pele”, justifica a dermatologista Ana Carolina Lage, da clínica Masci, em São Paulo.

Regra geral, o creme noturno deve ser aplicado no rosto todo, após limpá-lo e tonificá-lo, e pelo menos 15 minutos antes de se deitar, para que não fique todo no travesseiro. Última recomendação: não esqueça de lavar bem o rosto ao acordar e aplicar o protetor solar para não desperdiçar os benefícios conseguidos à noite.

 

Topo