Tendências de beleza

Efeito molhado de gel está de volta aos penteados; confira sugestões de produtos

Getty Images
As tops Gisele Bündchen e Heidi Klum e a atriz Emma Watson já usaram o "wet look" em tapetes vermelhos imagem: Getty Images

Mariana Pastore

Do UOL, em São Paulo

O efeito molhado nos cabelos está de volta. O visual que virou moda nos anos 80 e 90 tomou conta recentemente dos eventos internacionais de gala em diferentes versões. A top Gisele Bundchen chamou atenção ao aparecer no tapete vermelho do MET com os fios modelados de gel. Além da sofisticação do coque justinho na cabeça, o penteado todo puxado para trás já apontava como um novo hit da temporada.

O “wet look”, como é conhecido, chegou também às passarelas da última edição do SPFW, e o estilo laqueado, sem um fio fora do lugar, se espalhou pelos desfiles das grifes. O gel marcou presença na raiz do cabelo, deixando o comprimento seco; em finalização de coque; na criação da risca lateral; fios penteados para trás ou divididos ao meio.

  • Fernanda Yamamoto (esq.) e Forum (dir.) abusam do gel no SPFW verão 2013

O cabeleireiro Júlio Crepaldi, do Salão Galeria, em São Paulo, diz que o produto deixa os cabelos com uma proposta mais fresca, além de ser uma opção prática para ajustar o visual. “O gel acaba oferecendo conceito e sofisticação. Pode usar das mais variadas formas, com rabo de cavalo, coque bem baixo ou para tirar o frizz, por exemplo”.

Diferente dos topetes “blocados”, os produtos mais modernos dão brilho e movimento aos fios, e não deixam o aspecto duro e grudado. Segundo Slad, cabeleireiro do Retrô Hair, em São Paulo, o efeito molhado é mais indicado para a noite. “Antes o gel era visto como algo antigo, mas hoje é possível fazer uma leitura moderna do produto”, conta.

Para as mulheres que possuem resistência ao penteado colado na cabeça, o profissional ensina um truque rápido. “Aplique o gel flexível, faça uma risca no meio e divida em quatro partes. Enrole cada mecha e seque com difusor. O produto vai dar brilho e um efeito de ondas, mas sem deixar endurecido”, explica.

A versão líquida é a mais suave, como um texturizador ou volumizador. Já o produto com fixação média é ideal para cabelos finos, com pouca densidade. Mas quando o assunto é fixar o penteado e manter a produção ao longo da noite, o ideal é abusar do gel mais forte e intenso. “Eu prefiro os produtos mais líquidos e com menos fixação. A aplicação no cabelo é mais homogênea e fica  fácil de pentear”, ensina Júlio. “Se o penteado for aliado ao secador, é importante verificar se o modelador possui proteção térmica. Os produtos com álcool não são indicados, possuem qualidade inferior”, completa Slad.

Topo