Beleza

Cinco resoluções de beleza para pôr em prática já no início do ano

Thinkstock
Rituais simples de beleza como proteção solar; limpeza, hidratação e tonificação da pele; e cuidados com cabelos são fáceis de colocar em prática e possuem efeitos duradouros imagem: Thinkstock

Shâmia Salem

Do UOL, em São Paulo

1) Usar filtro solar até quando estiver chovendo.

Todo dia é dia de usar protetor solar, já que a radiação ultravioleta A está presente ao longo de todo o ano, consegue atravessar as nuvens e penetrar profundamente na pele. Ali, destrói o colágeno e altera o DNA das células, acelerando o envelhecimento e aumentando os riscos de câncer. “Ainda tem a radiação UVB que, apesar de ser parcialmente filtrada pelas nuvens, se mantém durante todo o dia e age nas camadas mais superficiais da pele, podendo causar vermelhidão, queimadura e, com a exposição prolongada, câncer”, esclarece o dermatologista Marcelo Bellini, professor-colaborador do Hospital do Servidor Público Municipal e diretor da clínica Corpo em Evidência, em São Paulo. Ele completa: “75% da radiação que recebemos na nossa vida é no período de exposição indireta, ou seja, ao ir a pé até a padaria, ver vitrine de loja e dirigir, por exemplo, e não na praia ou piscina”.

2) Parar de fazer alisamento capilar com formol.

  • Se você não abre mão da praticidade dos fios lisos, busque alternativas ao formol

O argumento é imbatível: “A substância é abortiva e cancerígena, por isso seu uso em cosméticos foi proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, esclarece a engenheira química Camila Cerdeira, da K.Pro Profissional, em São Paulo. Mas se você está entre as quatro em cada dez brasileiras que não vivem sem algum tipo de alisamento, conforme dados da Unilever, saiba que tratamentos legais, literalmente, não faltam. Depois de fazer uma boa avaliação da textura, das químicas que possui e da saúde do seu cabelo e realizar o teste da mecha, o cabeleireiro vai ter condições de indicar o melhor método para o seu caso. Lembrando que ele pode ser à base de tioglicolato de amônia e de hidróxido, sendo que nesse último estão inclusos os derivados de guanidina, sódio, cálcio e litium. “O hidróxido é ideal para quem tem cabelo étnico porque pode ser espalhado próximo à raiz, a cerca de um centímetro de distância. Já o tioglicolato de amônia é mais recomendado para quem tem raiz pouco ondulada, afinal ele deve ser aplicado com dois centímetros de distância do couro cabeludo”, explica a cabeleireira e colorista Thais Neves, do salão Werner Rio Design Barra, no Rio de Janeiro. Segundo ela, outra vantagem de usar o hidróxido e o tioglicolato é que eles têm variações de intensidade para atender cada tipo de fio, seja ele colorido, com mecha, virgem ou grosso.

 

3) Parar de cutucar a pele.
Fazendo isso você têm grandes chances de lesionar a área e abrir uma porta para que os micro-organismos façam a festa, causando contaminação ou até uma infecção que podem levar a cicatrizes que duram dias ou anos. “Muitas vezes um comedão, uma saliência ou acne se resolvem de maneira rápida e sem que você faça qualquer coisa. Mas ao comprimir a pele o sebo ali presente extravasa e gera todo o processo inflamatório”, diz o dermatologista Marcelo Bellini. A saída? Procurar uma esteticista regularmente para fazer uma limpeza profunda e sem causar danos à saúde e beleza do seu rosto.

4) Limpar, tonificar e hidratar o rosto todo dia.

  • Inclua o simples ritual de limpar, tonificar e hidratar a pele na rotina


Apesar de simples, esses três cuidados são essenciais para ter uma pele bonita, saudável e jovem. Tanto que eles deveriam fazer parte da rotina, assim como escovar os dentes. Isso porque o trio de produtos promove uma limpeza profunda que o sabonete não consegue fazer sozinho. Além disso, o tônico remove resquícios do demaquilante e a oleosidade que o sabonete não conseguiu remover, ajuda a fechar os poros, equilibra a produção de sebo, deixa o toque mais firme e prepara o rosto para a hidratação. “Falando nisso, ela favorece o resgate da quantidade de água da superfície da pele, colabora para que ela mantenha a integridade e possa cumprir sua função de barreira de proteção, flexibilidade, tônus, elasticidade e viço”, completa a dermatologista Carolina Ferolla, de São Paulo.

5) Aplicar protetor térmico no cabelo sempre antes de usar chapinha, secador ou babyliss.
É fácil identificar quem não leva essa lição a sério: o fio fica fraco, ressecado, desbotado ou avermelhado. “Isso acontece porque a partir de 180 graus a fibra capilar começa a perder água. Qualquer aparelho doméstico chega facilmente a essa gradação e vai muito além quando é de uso profissional, que muita gente já tem em casa”, diz o farmacêutico bioquímico Cássio Santos, da Sweet Hair Professional, em São Paulo. Mas preste atenção na hora da compra para não levar gato por lebre. Para realmente proteger o cabelo, não basta o produto ser termoativado, ele precisa ter proteção térmica. É que o primeiro indica que o cosmético funciona melhor sob temperatura quente, caso de um silicone que aumenta o brilho capilar quando aplicado antes do secador; enquanto o segundo forma um filme protetor ao redor do fio dificultando a chegada do calor nele. “E para se certificar que está levando o certo verifique a descrição ‘proteção térmica’ no rótulo ou então procure na área de ingredientes por itens como quatermia 70 e feniltrimeticone”, ensina a engenheira química Camila Cerdeira.

 

Topo