Beleza

Técnicas de massagem relaxante ajudam a começar o ano zen

Thinkstock
A massagem ayurvédica integra as técnicas da medicina milenar indiana. As manobras, feitas com auxílio de óleos medicinais, ajudam a desintoxicar, melhorar a circulação e combater o estresse, aliviando os pontos de tensão do corpo imagem: Thinkstock

Marina Oliveira e Rita Trevisan

Do UOL em São Paulo

É início de ano e talvez o estresse ainda nem tenha chegado perto de você. Melhor assim. Mas que tal mantê-lo afastado por mais tempo? Para isso, basta contar com as massagens relaxantes, aliadas de quem busca manter corpo e mente em sintonia e em equilíbrio.

“O simples fato de receber um toque suave sobre a pele, por si só, já proporciona um alívio das tensões”, diz o médico Carlos Eduardo Guimarães, autor do livro “Nutrição Ayurvédica: do Tradicional ao Contemporâneo”. Ele explica que esse contato estimula a liberação de endorfinas, substâncias que promovem o bem-estar. A massagem também pode melhorar a circulação sanguínea e desfazer os dolorosos nódulos de tensão causados, principalmente, por má postura, sedentarismo e estresse.
 
Porém, para usufruir só os benefícios do toque, é preciso escolher com critério o profissional que vai aplicar a massagem. De acordo com o fisioterapeuta e professor do curso técnico em massoterapia do Senac, Ricardo Moura, é fundamental que esse profissional tenha formação técnica na área, ainda que não tenha curso superior em fisioterapia. “Buscar um lugar ou um profissional de quem você já tenha referências positivas é algo que normalmente funciona”, ensina.
 
Para o massoterapeuta Alberto Takashi Ino, professor da Escola Oriental de Massagem e Acupuntura, também é preciso analisar as condições de higiene do local, as toalhas e lençois usados, bem como os demais acessórios necessários à massagem. “Uma boa clínica utiliza material descartável e prioriza a higiene e a segurança do cliente”, afirma.
 

Você escolhe a técnica

Escolher entre uma técnica de massagem e outra já é tarefa mais fácil. Basta que você saiba um pouco mais sobre cada método e que tente imaginar o que de fato pode lhe trazer mais bem-estar e relaxamento. “Não há uma escolha melhor ou pior, a decisão é bem pessoal. Massagens vigorosas, para alguns, são incômodas, enquanto outros só conseguem aliviar a tensão com um toque mais firme”, exemplifica a fisioterapeuta Ednalva Vidoto, do Anma Spa. Para quem adora que mexam em seus pés, a reflexologia é perfeita. Se a massagens com cremes e óleos aromáticos é a que mais desperta os sentidos, uma boa opção é a massagem clássica.
 
Também é importante levar em conta a situação em que a pessoa vai se sentir mais à vontade. Alguns preferem ser massageados sem roupa e há os que não se soltam se não estiverem totalmente vestidos. E há técnicas que contemplam os dois tipos de clientes. A anmá é uma das que permite a massagem sobre a roupa”, complementa Ednalva.
 
Para decidir a massagem que casa com o seu perfil, vale conhecer um pouco melhor as técnicas mais usadas por quem quer desacelerar e aliviar as tensões:
 
  • Thinkstock

    De acordo com a filosofia oriental, as pedras têm o poder de absorver as tensões e o estresse

Terapia das pedras quentes
O que é: uma massagem feita com óleos aromáticos e aplicação de pedras aquecidas em água quente sobre pontos energéticos do corpo. De acordo com a filosofia oriental, as pedras têm o poder de absorver as tensões e o estresse. 
Por que faz bem: proporciona relaxamento profundo sem manobras manuais dolorosas. Também ajuda a diminuir a ansiedade e a combater as tensões musculares.
Contraindicações: portadores de infecções na pele e gestantes, a menos que tenham indicação expressa de um médico para se submeter à terapia.
Tempo de uma sessão: uma hora.
 
Clássica
O que é: com toques suaves e deslizamentos associados a cremes e óleos aromáticos, a massagem vai dos pés à cabeça, para ajudar a relaxar o corpo e a desobstruir nódulos de tensão. 
Por que faz bem: a massagem é mais superficial, perfuma e hidrata. Além disso, melhora a circulação, combate dores musculares e tensões. 
Contraindicações: pessoas com alergia, infecções na pele ou com febre.
Tempo de uma sessão: de 50 minutos a uma hora.
 
Ayurvédica
O que é: a massagem integra as técnicas da medicina ayurvédica, sistema milenar indiano. O objetivo das manobras feitas com óleo é ativar a energia dos 107 pontos centralizadores de energia do corpo, chamados de marmas, que ligam a pele aos órgãos. Os ayurvédicos acreditam que quando estes pontos ficam doloridos é porque a estrutura à qual eles estão ligados necessitam de equilíbrio. 
Por que faz bem: a técnica ajuda a desintoxicar, melhora a circulação e combate o estresse, aliviando os pontos de tensão.
Contraindicações: pessoas com febre, infecções de pele e pacientes em tratamento contra câncer não devem se submeter à massagem.
Tempo de uma sessão: de uma hora a uma hora e meia.
 
  • Thinkstock

    Algumas técnicas de massoterapia podem ser realizadas sobre as roupas, caso do shiatsu

Shiatsu
O que é: com os polegares, dedos e palmas das mãos, o terapeuta pressiona os pontos do meridiano energético, descritos na Medicina Tradicional Oriental. O intuito é restabelecer o fluxo de energia acumulado que causa nódulos e dores. A massagem pode ser feita sobre a roupa. 
Por que faz bem: alivia instantaneamente as tensões musculares, melhora a qualidade do sono, combate o cansaço e a dor lombar.
Contraindicações: pessoas com febre, indisposição estomacal ou infecção de pele não devem fazer. Pacientes em tratamento contra câncer ou gestantes só podem se submeter à técnica sob prescrição e supervisão médica.
Tempo de uma sessão: uma hora.
 
Anmá
O que é: trabalha todos os grupos musculares com movimentos de deslizamento, pressão e amassamento. A massagem vai do centro para as extremidades do corpo. Também pode ser feita sobre a roupa.
Por que faz bem: facilita o relaxamento muscular, ajuda a melhorar a postura e a amplitude dos movimentos dos braços, pernas e cabeça.
Contraindicações: pessoas com febre, indisposição estomacal ou infecção de pele. Pacientes em tratamento contra câncer ou gestantes só podem se submeter à técnica sob prescrição e supervisão médica.
Temo de uma sessão: uma hora.
 
  • Thinkstock

    Na reflexologia, o pé concentra pontos que, uma vez estimulados, refletem em outras estruturas do corpo, incluindo órgãos e glândulas

Reflexologia
O que é: de acordo com o método, o pé concentra pontos que, uma vez estimulados, refletem em outras estruturas do corpo, incluindo órgãos e glândulas. Os toques começam mais suaves e depois se tornam vigorosos. 
Por que faz bem: estimula o sistema circulatório, linfático e ajuda a liberar as toxinas acumuladas. Como consequência, a circulação de energia pelo corpo se torna mais eficiente, evitando o acúmulo de tensão em pontos específicos. 
Contraindicações: pessoas com arritmia cardíaca e problemas de articulação. Nas gestantes, alguns pontos deverão ser evitados na massagem.
Tempo de uma sessão: de 30 a 45 minutos.
 
Rolfing
O que é: toques específicos reposicionam o tecido conectivo do corpo, que envolve músculos e tendões. Quando esse tecido se desloca, aparecem tensões e até encurtamentos musculares, responsáveis pelas dores.
Por que faz bem: alivia os incômodos causados pela má postura e pela falta de flexiblidade. Após as primeiras sessões, promete uma significativa melhora na amplitude dos movimentos.
Contraindicações: pessoas com fraturas, feridas ou casos de hiper ou hipotensão descompensada.
Tempo de uma sessão: de 50 minutos a uma hora.
Topo