Tendências de beleza

"Karlie" é o novo corte curto que vem chamando a atenção das famosas

Getty Images
A modelo Karlie Kloss dá nome ao novo corte curto que está fazendo sucesso entre as famosas imagem: Getty Images

The New York Times

O corte de cabelo do ano já está aí. A Vogue está chamando de “O Repicado”, outros já o apelidaram de “Karlie”, em referência à modelo Karlie Kloss. Kloss, uma veterana do mundo da moda aos 20 anos de idade, cortou cerca de dezessete centímetros de sua cabeleira castanha no final do ano passado. A Vogue o declarou “o corte do momento” em uma reportagem de quatro páginas da edição de Janeiro, dizendo que “o corte da estação tem movimento, é sexy - e deliciosamente fácil de usar”.
 
A criação é do cabeleireiro Garren Dafazio, o comprimento vai até pouco acima dos ombros, com algumas camadas na parte da frente e finalizado com franja. O “Karlie” remete ao penteado “marca registrada” de Jane Birkin nos anos 1960. “Eu amo esse corte”, disse Kloss ao website Fashionologie no backstage de um desfile, logo após o novo corte ser revelado. “Não consigo parar de tocá-lo. Na verdade, tira o foco do cabelo e põe o foco em você. Estou começando a perceber que isso é tudo uma questão de confiança”.


Kloss, apresentadora do programa da MTV “House of Style”, tinha cabelos longos que serviam como uma “tela em branco” com a qual os cabeleireiros e designers podiam trabalhar. “Um cabelo assim confere a uma modelo uma aparência simples, uniforme, como um manequim”, conta Defazio. “Eu dei personalidade a ela”.

“Karlie vinha procurando por um novo look”, ele diz. “O cabelo estava enfraquecido pelos tantos desfiles e sessões fotográficas. Ligaram da Vogue e disseram: ‘Você faria um corte de cabelo?’ e eu respondi que Karlie seria a modelo na qual eu faria o corte”. “O comprimento, logo abaixo do queixo, não seria tão curto a ponto de ficar desproporcional, mas também possibilitou que o cabelo dela ficasse saudável de novo”,  diz Defazio.

Ele é enfático quando diz que o corte não é um bob (chanel) nem um shag (desfiado com volume maior na parte de cima), mas sim um corte de comprimento único com uma camada leve na parte da frente. É um penteado de baixa manutenção que dá destaque ao rosto. “Eu cortei assim para revitalizar seu ondulado natural”, explica o profissional. “É longo o suficiente para aplicar um gel e o usar para trás, e é moderno porque é arejado e amassado. Cabelo curto está na moda”.

  • Arizona Muse, Lily Kwong e Karen Elson são adeptas da novidade e já exibem os fios acima do ombro

Versões do corte, cujo comprimento fica em entre o queixo e o ombro, com algumas camadas e franja, foram vistas em modelos como Arizona Muse, Catherine McNeil, Karen Elson e Lily Kwong. A apresentadora de TV Alexa Chung usou um corte similar durante anos, Margherita Missoni e Jessica Seinfeld ambas repicaram seus cabelos de forma parecida no ano passado. Assim como o designer Olivier Theyskens, que mandou modelos para a passarela no desfile da sua coleção “Theyskens’Theory Spring 2013” em penteados similares ao seu próprio. “Quando Kate Moss cortou o cabelo bem curto, todo mundo começou a cortar”, lembra Defazio. “É assim quando alguém proeminente encontra um visual, isso contagia e se torna uma tendência”.

Quanto ao sentimento de Kloss em relação ao corte, Defazio conta: “Ela está apaixonada. Pode usar o cabelo natural e não precisa secá-lo com o secador. Disse que finalmente tem um visual que pode compor simplesmente lavando o cabelo, passando um batom e máscara, e já se sente pronta e moderna”.

Talvez acima de tudo esteja o fato que o corte “O Repicado” marca um desvio de rota em relação ao “ondulado praiano”, onipresente em todas as cabeças, desde atrizes de Hollywood (pense em Sofia Vergara) até adolescentes do subúrbio. “Cansei do ondulado suave, o cabelo de tapete vermelho”, diz Defazio. “Assim como o cabelo liso chapado, o ondulado envelheceu. Algumas outras modelos estão cortando seus cabelos acima do ombro e, nos salões, as mulheres estão deixando na altura da clavícula ou acima. É um look natural”.

Tradutor: Lilian Trigo

Topo