Beleza

Cabelos danificados têm jeito; veja dez dicas para reverter o problema

Thinkstock
Dez dicas de especialistas para recuperar a maciez das madeixas em casa ou no salão de beleza imagem: Thinkstock

Marina Oliveira e Rita Trevisan

do UOL, São Paulo

Tudo em excesso faz mal, inclusive em se tratando de cabelo. Tinturas, alisamentos e escovas, quando feitos rotineiramente, danificam as madeixas. Como resultado, os fios perdem brilho, maciez e passam a apresentar um aspecto poroso."Esses hábitos fazem os fios perderem parte de sua proteção. Com as fibras de proteínas expostas, qualquer agressor externo faz estragos maiores e o intensifica a desidratação", explica o tricologista Ademir Jr, da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

Para avaliar se seu cabelo está danificado, basta esticar um fio e analisar se há elasticidade. "Se quebrar facilmente, é porque o cabelo não está íntegro", aponta Valcinir Bedin, dermatologista e presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo. Se o seu teste deu positivo, não se desespere. Listamos dez dicas para você revitalizar os cabelos num vapt-vupt e voltar a exibir um visual impecável. 
 
 
1) O xampu certo
A variedade de marcas e tipos de xampus disponíveis nas prateleiras das lojas especializadas é imensa e é necessário escolher com critério. "Não basta usar um produto específico para cabelos danificados", diz o cabeleireiro Evandro Angelo, do salão C.Kamura, em São Paulo. Ele explica que a escolha deve ser feita de acordo com os fatores que causaram os danos. "Cabelos danificados por coloração ou por alisamento requerem xampus especiais para tratar cada um dos problemas", completa. Já se o cabelo estiver só um pouco ressecado, o uso de um xampu hidratante é o suficiente.
 
2) Cuidados na lavagem
Cabelos sensibilizados devem ser limpos com um intervalo de pelo menos dois dias e sempre com água morna. Banhos muito quentes retiram a camada de gordura que protege os fios. "Considerando que todo cabelo tem algum dano, por menor que seja, a lavagem deve ser gentil e delicada, com movimentos de vaivém usando apenas as pontas dos dedos", ensina Ademir Jr. Na hora do banho, misture num recipiente a quantidade de xampu a ser aplicada com a mesma proporção de água. Isso evita que o cosmético se acumule em determinadas áreas e garante uma limpeza mais eficiente. 
 
3) Detox capilar
Hoje em dia, os salões não iniciam tratamentos nutritivos e reparadores sem antes desintoxicar o couro cabeludo. Há, no mercado profissional, kits de produtos específicos, que removem as impurezas. Eles devem ser aplicados antes mesmo do xampu. Esfoliantes de couro cabeludo agem da mesma maneira e também podem ser usados esporadicamente, para potencializar o efeito dos demais cosméticos. 
 
4) Ingredientes poderosos
Óleos essenciais, aminoácidos, vitaminas e silicones são ingredientes que devem estar na fórmula de um produto destinado à reparação dos fios. Ao escolher uma linha de tratamento, compre o kit completo: xampu, condicionador e máscara hidratante. "Os produtos de linha profissional são mais eficientes. Eles geralmente contêm maior quantidade do princípio ativo do que os convencionais", explica o cabeleireiro Cristhofer Glöe, do Homa Elite Salon, em São Paulo. 
 
5) Hidratação potencializada
Para turbinar o resultado da hidratação, adicione óleo de tratamento à máscara escolhida. A dica é aquecer uma colher de chá do óleo por dez segundos no microondas antes de misturar. Se o cabelo estiver muito danificado, este ritual pode ser feito uma vez por semana. Se a raiz for muito oleosa, entretanto, o intervalo mínimo deve ser de 15 dias. 
 
6) Escovas e pentes
Fios danificados embaraçam mais e, por isso mesmo, é preciso cuidado ao escolher o acessório para pentear os cabelos. "Pentes de osso ou de madeira são os mais indicados e devem ter dentes com espaçamento de, no mínimo, quatro milímetros", aconselha Bedin. Escovas largas, do tipo raquete, também estão liberadas, desde que tenham cerdas moles e proteção nas pontas, para diminuir o atrito na escovação. "O ideal é começar a escovação pelas pontas e ir subindo aos poucos", ensina Glöe.
 
7) Chapas e secadores
Não é novidade que estes dois aparelhos são prejudiciais à saúde do cabelo e devem ser evitados ao máximo, principalmente durante o processo de reparação capilar. "As chapinhas são as mais agressivas, especialmente as de alumínio, que aquecem mais que as de cerâmica", informa Angelo. Quando for imprescindível alisar os fios, prefira o secador, e só use após a aplicação de protetor térmico, a uma distância de 30 centímetros das mechas. 
 
8) Corte que funciona
Quando os danos concentram-se nas pontas, um bom corte pode fazer milagres. “O corte não ajuda o cabelo a crescer mais forte, isso é mito, mas é válido se puder retirar a parte danificada como um todo”, diz Bedin. O ideal é cortar a maior quantidade possível das áreas sem chance de reparação. "O mais indicado é o corte desfiado, que ajuda a eliminar a densidade do fio. Repicar não é tão bom porque acaba destacando as pontas danificadas", recomenda Glöe.
 
9) Leave-in sob medida
Além de ricos em vitaminas e queratinas, muitos desses produtos são formulados com filtro solar. "Eles oferecem proteção extra aos danos causados por sol, vento e ar condicionado, sem contar que auxiliam na fixação dos nutrientes do tratamento de reparação", diz Angelo. 
 
Cabelos finos combinam com a versão em spray, que deve ser borrifada no comprimento e nas pontas. Já nos fios médios, vale usar os condicionadores mais cremosos e aplicar a quantidade equivalente ao tamanho de uma noz. Já os cabelos grossos ficam mais bem cuidados com as versões em óleo e, neste caso, a quantidade deve variar entre o tamanho de uma moeda de R$ 0,50 ou R$ 1, de acordo com o comprimento. 
 
10) Alquimias caseiras
Apesar de os resultados não serem tão duradouros, se comparados com os dos cosméticos industrializados, preparar máscaras de tratamento em casa ainda é uma das maneiras de lutar contra o ressecamento excessivo. Para um efeito revitalizador, faça uma máscara de abacate usando metade da fruta e uma clara de ovo. "Aplique no cabelo limpo e molhado, deixe de 20 a 40 minutos, e enxague bem", ensina Angelo.
Topo