Beleza

Dicas para começar a se maquiar sem perder tempo de manhã

Thinkstock
Com a crescente tecnologia aplicada aos cosméticos, está cada vez mais fácil valorizar a beleza natural sem investir horas nem fortunas imagem: Thinkstock

Marina Oliveira e Thaís Macena

do UOL, São Paulo

Agenda corrida, falta de conhecimento e pura preguiça são alguns dos motivos que levam tantas mulheres a abrir mão da maquiagem no dia a dia. Porém, com a crescente tecnologia aplicada aos cosméticos, está cada vez mais fácil valorizar a beleza natural sem investir horas nem fortunas. Para estrear no maravilhoso mundo do make up, o ideal é começar pelo básico e deixar as produções mais elaboradas para quando tiver mais prática.

"Os itens de maquiagem básicos a serem adquiridos por quem deseja se aventurar nesse universo são base, corretivo, pó compacto, blush, lápis para os olhos, máscara para os cílios e batom", enumera o maquiador Diogo Molinos. Essa listinha pode ficar ainda mais enxuta se você optar por produtos que acumulam funções. É o caso dos filtros solares tonalizantes, que fazem as vezes da base, ou dos blushes cremosos, que funcionam tanto como sombra quanto batom. 
 
Segundo Molinos, o primeiro passo é aprender a corrigir as imperfeições para deixar a pele uniforme. A base deve ser espalhada por todo o rosto e o corretivo deve ser aplicado na sequência, mas só nos pontos estratégicos, como olheiras, pontos avermelhados e acnes. "Depois vem o pó, que não precisa ser aplicado no rosto todo, principalmente se a ideia é criar um look natural. Nesse caso, use somente nas áreas que tendem a acumular mais oleosidade, e que brilham mais, como testa, queixo e nariz", ensina. 
 
 
Com que base eu vou?
Como tem função de corrigir pequenas imperfeições e uniformizar o tom da pele, a base escolhida deve ter o tom exato da pele do rosto. "Para comprar a cor ideal, teste o produto no próprio maxilar e nunca no dorso da mão, no pulso, ou em outra região do corpo. Isso é fundamental para garantir que a cobertura não dará diferença entre o rosto, o colo e o pescoço", destaca Regiani Leporini, professora de estética do Senac Piracicaba (SP). 
 
A versão mais democrática da base é a líquida, que rende uma cobertura suave e é fácil de espalhar com uma esponjinha própria levemente umedecida. Já as donas de pele oleosa, no entanto, combinam melhor com versões ultrafluidas ou em pó, que devem ser aplicadas com pincéis grandes de maquiagem. "Para essas mulheres há também as versões minerais, que são livres de óleo", indica ela. 
 
Guerra contra as olheiras
A arma mais potente para combater esse mal é o corretivo. "O ideal é que ele tenha um tom um pouco mais claro que o da pele, para dar volume às áreas mais profundas, como as olheiras", explica Molinos. Na hora de comprar, o teste deve ser feito no próprio rosto, para garantir que o produto vai mesmo dar conta de cobrir as manchinhas. 
 
As versões líquidas são mais leves, indicadas para disfarçar pequenas imperfeições. Já os corretivos cremosos são mais potentes, mas exigem mais cuidado na aplicação para não pesar no visual. "Aplique o corretivo dando leves batidinhas com as pontas dos dedos apenas nos pontos que exigem correção", ensina a maquiadora Wanderly Karlovic, do Cat's Cabeleireiros, em São Paulo. 
 
Toque final na pele
O pó facial deve ser aplicado com um pincel grande. Para acertar no tom escolhido, a dica é seguir a mesma regra da base e escolher aquele que mais se aproxima da cor natural da pele. "Além de dar o acabamento perfeito após a aplicação da base e do corretivo, o pó também ajuda a fixar a maquiagem", destaca Regiani. 
 
Olhos poderosos
Mulheres que não têm o hábito de se maquiar podem se surpreender com o visual após a aplicação de uma simples máscara para cílios, usada no sentido da raiz para as pontas dos fios. "Aquelas que gostam do estilo mais natural no dia a dia podem usar apenas o rímel e já vão mudar o look", garante Molinos. 
 
Para deixar o olhar ainda mais sedutor, a dica é fazer um traço leve na base dos cílios com o lápis de olho, na pálpebra superior, e esfumar com a ajuda de um cotonete para dar a impressão de volume. "Para peles claras, o lápis marrom é o coringa. Já para quem tem a pele mais escura, o lápis preto é a melhor opção", afirma a maquiadora Ana Paula Melo, professora do Centro Técnico da Payot. 
 
O próximo passo são as sombras. A orientação é começar pelos marrons e beges, com ou sem brilho, e depois ir arriscando cores mais fortes. Como regra geral, tons claros realçam olhos escuros e tons escuros destacam os olhos claros. "Duetos de sombras são ótimos para começar a treinar a composições de cores. O tom mais claro deve ser usado na parte interna dos olhos e o mais escuro na parte externa", recomenda Wanderly. 
 
Cara de saúde
As maçãs do rosto coradas sempre dão aquela impressão de saúde. Peles mais branquinhas casam com rosa claro e pêssego; já as morenas ficam bem de marrom rosado, bronze e terracota. Negras podem se jogar nos tons de ameixa, alaranjados e vinhos. "Uma dica importante é retirar o excesso do produto no pincel antes de aplicar no rosto. Leves batidinhas nas maçãs evitam o visual boneca", aconselha Ana Paula. 
 
Cor nos lábios
Não é todo mundo que gosta de batom. Para essas pessoas, existem os hidratantes com cor, também chamados de balms, que não só tratam a região labial como resultam num look mais produzido, porém, discreto. As cores rosa, vermelho, pink ou nude combinam com mulheres de pele clara. Já as morenas arrasam com os tons de laranja, acobreados, dourados e marrons. "Tons de uva e violeta, rosa bebê, vinho e lilás valorizam ainda mais a pele negra", completa Regiani.
Topo