Beleza

12 respostas para as maiores dúvidas sobre rejuvenescimento facial

Thinkstock/Montagem UOL
Bolsas abaixo dos olhos, rugas e manchas são alguns dos principais problemas relatados no consultórios dermatológicos imagem: Thinkstock/Montagem UOL

Aline Dini

Do UOL, em São Paulo

Se você tem curiosidade para saber se creme para área dos olhos dá fim aos pés de galinha, se faz mesmo diferença limpar e tonificar o rosto todo santo dia e se a cirurgia plástica é a única saída para quem tem flacidez no pescoço, saiba que não está sozinha. De acordo com os sete dermatologistas entrevistados pela reportagem de UOL Mulher, essas são algumas das dúvidas mais comuns sobre rejuvenescimento que surgem nos consultórios. Veja quais são as outras e as soluções que os especialistas apontaram para cada uma delas.

1. Dá para eliminar os pés de galinha somente com creme para a área dos olhos?
Infelizmente não, pois a função do cosmético é melhorar a textura e o viço da pele. “Para reduzir os sinais de envelhecimento, o ideal é associar o creme à aplicação de um preenchedor com ácido hialurônico, por exemplo, se a sua ruga for resultado do envelhecimento precoce ou natural, ou de toxina botulínica, no caso das marcas serem de expressão”, diz a dermatologista Cláudia Magalhães, de Recife (PE).

2. Limpar e tonificar o rosto regularmente deixa a pele jovem por mais tempo?
“Sim”, garante a dermatologista Irene Dantas, da Clínica Dicorp, no Rio de Janeiro. Isso porque a higiene correta remove as impurezas de maquiagem, poluição, fumaça de cigarro e sebo que, em excesso, podem entupir os poros e roubar o brilho característico da pele jovem e saudável. “Já o tônico sem álcool específico para o seu tipo de pele serve para equilibrar a pele e prepará-la para absorver melhor os ativos dos cremes de tratamento aplicados na sequência”, completa a médica.

3. Adianta tratar a flacidez de pele no pescoço ou o negócio é partir direto para a cirurgia plástica?
A escolha do tratamento vai depender do seu grau de flacidez. Geralmente, os mais intensos são encaminhados ao cirurgião plástico, que consegue reposicionar o excesso de pele, porém, isso sempre deixa uma cicatriz. “Já a flacidez menos acentuada pode ser combatida com algumas sessões de radiofrequência, luz infravermelha ou ultrassom fracionado. Em comum, esses aparelhos aquecem a pele a fundo e estimulam a produção de colágeno, o que melhora a elasticidade e a firmeza da região”, diz a dermatologista Doris Hexsel, de Porto Alegre (RS), professora do serviço de dermatologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e investigadora do Centro Brasileiro de Estudos em Dermatologia.

4. Por que a pele ressecada faz a gente parecer mais velha?
“Isso acontece porque o ressecamento deixa o rosto opaco e com uma descamação leve que, muitas vezes, é confundida com rugas e linhas finas”, diz a dermatologista Silvia de Mello, da Clínica Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro. Para evitar o problema, a médica recomenda lavar o rosto duas vezes ao dia com sabonete facial hidratante e aplicar tônico sem álcool ou demaquilante (se estiver maquiada). Depois, passe um hidratante específico para o seu tipo de pele e, se for de dia, finalize com protetor solar FPS 15+. Para completar, uma vez por semana faça uma esfoliação usando um produto suave e a cada três ou quatro dias espalhe uma máscara hidratante.

5. É verdade que o sol acentua as rugas e as linhas finas?
Sim, e ele não só piora como contribui para o aparecimento delas! Tudo porque a radiação ultravioleta, mais especificamente a do tipo A, atravessa a camada superficial da pele e agride os vasos, as glândulas e as fibras de sustentação da pele, o que resulta no envelhecimento precoce. “Mas dá para prevenir tudo isso aplicando diariamente um protetor solar com FPS 15 ou mais a cada duas horas, se estiver em contato direto com o sol, ou a cada quatro, se o ambiente for fechado”, afirma a dermatologista Cláudia Magalhães, de Recife (PE).

6. Hidratar a pele ajuda a suavizar as rugas?
O hidratante não só minimiza o problema como também previne. Dentre os ativos mais interessantes para ter nesse creme estão aquaporine, alantoína, ácidos kójico, glicólico e salicílico, vitaminas A, C e E e chá verde. “A opção para quem quer uma hidratação mais profunda é a injeção de ácido hialurônico que, ao atrair água para as células, acaba preenchendo as rugas”, diz a dermatologista Alessandra Cristine Marta, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

7. Quem sofre com o ressecamento pode usar ácido?
Com certeza. “Os ácidos retinoico e glicólico, por exemplo, aceleram a renovação celular e ainda estimulam o colágeno, melhorando o aspecto geral do rosto”, conta a dermatologista Silvia de Mello, da Clínica Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro. O mesmo efeito é conseguido com sessões de peeling, mas nesse caso é preciso caprichar na hidratação para evitar desconfortos. Lembrando que o hidratante ideal e específico para usar depois do procedimento deve ser o indicado pelo seu médico.

8. Manchas acastanhadas, típicas do envelhecimento, têm solução?
O dermatologista Jardis Volpe, da Clínica Volpe, em São Paulo, garante que sim. “Os aparelhos de laser de última geração têm o poder de eliminar manchas escuras do rosto, das mãos, do colo e até dos braços”, afirma. Mas ele lembra que o tratamento não impede que outras manchas apareçam mais tarde e no mesmo local, já que o dano provocado pelo fotoenvelhecimento é cumulativo e progressivo. Porém, ele pode ser amenizado com o uso frequente de protetor solar, mesmo no inverno.

9. Afinal, por que as mãos envelhecem mais rápido do que o rosto?
A explicação está no protetor solar, que não é aplicado com a frequência adequada, ou seja, a cada duas horas e sempre que lavar as mãos, esfregar uma na outra, enfiá-las no bolso ou transpirar demais. Para dar uma boa rejuvenescida nas mãos e ainda clarear as manchas marrons, a dermatologista Marcela Studart, do Rio de Janeiro, indica sessões de luz intensa pulsada.

10. Tratar o inchaço sob os olhos ajuda a eliminar o ar de cansaço?
A dermatologista Silvia de Mello, da Clínica Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro, afirma que sim; e já entrega a receita: “Nesses casos, prescrevo creme manipulado à base de nodema, que tem ação descongestionante, e deve ser aplicado duas vezes ao dia, sempre do canto interno do olho em direção ao externo”, conta.

11. Quem tem histórico de envelhecimento precoce na família deve tomar quais providências?
O ideal é adotar o quanto antes hábitos saudáveis, como usar sabonete específico para o seu tipo de pele, limpar e tonificar o rosto diariamente, lançar mão de cremes noturnos e protetor solar. “Controlar o estresse, seguir uma dieta balanceada e rica em alimentos naturais, se hidratar bem, não fumar nem ficar perto de quem fuma, respeitar as horas de sono e consultar um médico para manter os hormônios sob controle também fazem toda a diferença”, diz a dermatologista Irene Dantas, da Clínica Dicorp, no Rio de Janeiro.

12. Por que o bigode chinês faz a gente parecer mais velha?
“Apesar de se localizar entre os cantos do nariz e dos lábios, ele não deixa de ser uma ruga profunda. Além disso, deixa a impressão de que os lábios estão caídos, o que confere uma expressão envelhecida, cansada e, em alguns casos, triste”, conta a dermatologista Irene Dantas, da Clínica Dicorp, no Rio de Janeiro. Entre as boas soluções estão o preenchimento com ácido hialurônico, o uso de cosméticos manipulados que prometem aumentar o tamanho das células de gordura locais (caso dos elaborados com o ativo adipofill) e o lifting facial.

Massagem e ginástica facial: aprenda a evitar as rugas

Topo