Beleza

Assuma os cabelos grisalhos e aprenda a mantê-los luminosos

Thinkstock
Quem assume os brancos mostra que já sabe quem é por dentro e, por isso, pode brincar com o que tem por fora imagem: Thinkstock

Marina Oliveira e Rita Trevisan

do UOL, São Paulo

Para quem gosta de mudanças na aparência, uma das coisas mais prazerosas é cortar e tingir o cabelo, conforme o estado de espírito e o momento que se está vivendo. Em determinada fase da vida, assumir os fios brancos também pode ser uma opção. Especialmente quando eles representam mais da metade das madeixas, já que a raiz grisalha precisa de constantes retoques e é mais difícil de colorir.

Por outro lado, é preciso estar pronta para lidar com esta mudança radical: desfilar um cabelo moderno, que demonstra aceitação total dos sinais deixados pelo tempo. Os grisalhos denotam segurança e estilo, porque quem assume os brancos mostra que já sabe quem é por dentro e, por isso, pode brincar com o que tem por fora. 
 
 
Os cabeleireiros Wilson Eliodorio e André Czerwinski, do Vimax Art Hair Beauty, e Charles Veiyga, do C.Kamura, ensinam as melhores estratégias para assumir os cabelos grisalhos e como mantê-los sempre luminosos.
 
A transição
Mesmo quem gosta da ideia de assumir os fios brancos se apavora com a possibilidade de simplesmente deixar o cabelo crescer e ver a raiz grisalha ganhar cada vez mais destaque. E com razão, afinal isso pode ser interpretado como desleixo. A melhor solução é ir clareando os fios aos poucos, de acordo com a tonalidade natural ou a tintura que se usa habitualmente.
 
Para as mulheres que gostam das madeixas claras, uma alternativa é partir para um loiro bem claro, como o platinado, e, num segundo momento, assumir a raiz, que não destoará tanto do restante. Quem conquistou o loiro a partir de luzes, mechas ou reflexos deve apenas continuar o processo, diminuindo a quantidade de fios a cada sessão. Aos poucos, os brancos naturais tornam-se os pontos iluminados do cabelo. 
 
Quem escurece os cabelos nos tons castanho e preto, deve investir em luzes finas e sutis na cor original dos cabelos, que costuma ser mais clara. Assim, o grisalho pode ir aparecendo gradualmente, sem chamar tanto a atenção no visual. Já os fios virgens, que nunca receberam tintura, só demandam paciência para esperar os brancos predominarem. Também nessa situação, luzes finas e de cores mais claras rendem um efeito interessante. 
 
Outra estratégia que vale para todos os tipos de cabelo é passar da tintura permanente para o tonalizante, que não cobre totalmente os brancos, tornando mais suave a transição. Só tome cuidado com os tons vermelhos e acobreados, cujos pigmentos são mais difíceis de sair. Durante o processo, também é interessante pensar em cortar, já que quanto mais longo o cabelo, mais demorada a transformação. E ainda tem mais: um corte moderno, médio ou curto, com pontas repicadas e movimento, emprestará um ar mais jovem à aparência, a despeito dos grisalhos.
 
Cuidados especiais
Além de ser responsável pela cor dos fios, a melanina também interfere em aspectos relacionados à sua elasticidade e maciez. Como não possuem este elemento, os brancos tendem a ser mais ásperos e rebeldes. Por isso, quem resolve assumi-los precisa estar preparada para redobrar os cuidados com a hidratação. No dia a dia, xampus e condicionadores com ingredientes altamente nutritivos dão conta de mantê-los disciplinados. 
 
Para neutralizar o aspecto amarelado, muito comum aos fios brancos, também é interessante usar, a cada 15 dias, um xampu específico, com pigmentos acinzentados ou violetas. Uma vez por mês, é recomendado aplicar máscaras hidratantes em casa ou no salão para garantir um cabelo mais macio e luminoso. E, se um dia enjoar dos do grisalho, voltar a tingir é sempre uma opção e os fios brancos funcionam bem tanto como cor de fundo para um loiro mais claro, como para mechas claras em um cabelo escuro.

Topo