Beleza

Práticos para o dia a dia, cortes com pontas desconectadas voltam à moda

Mayara Alves

Do UOL, em São Paulo

Os cortes chanel e "long bob" (médio) dominaram os cabelos de celebridades nas últimas temporadas. A base reta, sem nenhum repicado, era o destaque, que deixava o corte simétrico, fosse na altura da nuca ou dos ombros. Mas, agora, para substituir o padrão certinho, a tendência são os cortes com pontas desconectadas. “Essa moda se chama "ombré nature" e traz o conceito orgânico, da natureza, de que as coisas são desgastadas pelo tempo, como uma raiz sólida com pontas fluidas, ao vento, inacabadas. Ela traz uma conotação de liberdade, uma sensação de que os cabelos são esvoaçantes”, conta Viktor I, cabeleireiro no comando do salão Vimax Art Hair Beauty, de São Paulo.
         
Os visuais desconectados podem ser construídos em três comprimentos: os curtos, até a altura do queixo; os médios, na altura dos ombros; e os longos, com um degradê irregular que começa desde a altura dos ombros e vai até as pontas. Já a franja, em sua maioria, aparece lateral, começando curta e aumentando de tamanho até chegar do outro lado, com uma diferença de comprimento de cerca de 10 cm entre uma ponta e outra.

Um dos benefícios deste estilo de corte é que pode (e deve) ser usado da forma mais natural possível, dispensando o uso de modeladores, secadores ou chapinhas. “Eles se adaptam muito bem ao mercado brasileiro pois são práticos e não pedem grandes produções no dia a dia”, comenta Viktor I. Basta lavar, aplicar um leave-in e deixar secar naturalmente. O efeito mais displicente, até mesmo com um pouco de frizz - segundo cabeleireiro, é bem-vindo. O look fica despojado e moderno. Vale investir em mousses e pomadas modeladoras, mas nada que deixe os fios comportados demais.

Versatilidade

“O corte pode ser feito com navalha ou tesoura e funciona perfeitamente para todos os tipos de cabelos”, conta Bruno Moura, cabeleireiro da Ophicina do Cabelo Shopping Leblon, do Rio de Janeiro. Para os lisos e finos, o corte dá corpo aos fios e aumenta o volume. Para os cacheados e ondulados, a redução do volume também acontece com este estilo de corte. Tudo depende do seu desejo. Por ser adaptável e democrático com todos os estilos de cabelo, ele também valoriza todos os formatos de rostos. “O corte ganha status de lapidação, de objeto de arquitetura, porque eles são adequados a cada rosto, em uma linguagem individual”, comenta Viktor I.

Mais do que um corte atual

Se você quer atualizar o visual com pontas desconectadas, saiba que elas podem trazer ainda mais benefícios para você do que um look moderno. “Esse tipo de corte é ótimo para quem tem as pontas danificadas ou duplas e quer cortar os fios sem perder o comprimento, pois é possível tirá-las, deixando uma irregularidade bonita. Ele também serve para realçar as luzes no cabelo, porque é um corte que deixa os fios desiguais e valoriza a cor”, comenta Bruno Moura.      
        

Topo