Beleza

Alongamento de unhas: conheça as técnicas e aprenda a manter

Thinkstock
Unhas compridas estão na moda e são facilmente decoradas imagem: Thinkstock

Geiza Martins

Do UOL, em São Paulo

A moda unha pede garras longas. Afinal, decorações, adesivos, películas e até releituras da boa e velha francesinha requerem alguns milímetros a mais. Mas, mantê-las impecáveis parece um sonho distante, pois a correria do dia a dia e o número de tarefas da mulher moderna é a principal inimiga de unhas crescidas e sem nenhuma lascadinha. Isso sem contar aquelas que, quando bate a ansiedade, disparam a roê-las. A missão é difícil, mas não impossível. Principalmente se pensarmos em um artifício bastante prático: alongamento de unhas.

Além das postiças, vendidas em cartelas que são facilmente aplicadas com cola, hoje o mercado oferece muitas opções com diferentes tipos de materiais, como acrílica, gel (silicone), Acrylfix, fibra de vidro, entre outros. “Esses tipos de técnicas oferecem durabilidade, resistência, naturalidade e a vantagem de brilho constante”, afirma Paola Barreto, sócia-diretora do salão d-unhas Brasil. Para que entenda melhor, UOL Beleza destaca três serviços.

Gel, o campeão

Segundo Paola, o serviço que mais ganhou espaço nos últimos anos foi o silicone em gel. “Anteriormente a mais usada era a acrílica, porém o gel ganhou espaço porque é mais fácil de fazer, não tem cheiro e é hipoalergênico”, explica. Com a estrutura elástica, o gel remete a curvatura da unha natural e não descola. “É o alongamento mais indicado para todo tipo de personalidade, porque é resistente e natural”, opina. O serviço necessita de cabine com luz ultravioleta para secagem. A prótese é permanente e são necessárias manutenções a cada 15 dias. 

“Por ser um alongamento permanente não deve ser removido e colocado frequentemente, pois acaba danificando as unhas naturais”, explica Katsue Hernandes Haiabe, técnica do Empório das Unhas. Um dos pontos negativos do gel é que ele só pode ser removido com lixas especiais e com o serviço de um profissional. “Se aplicado ou removido de maneira incorreta pode causar danos às unhas como quebra e descamação”, afirma Paola Barreto. E, lembre-se, não tente nunca cortar o gel, ele pode causar rachaduras na sua unha natural. O preço do serviço varia entre R$ 110 e R$ 190. 
 
Acrílico, o tradicional
 
Assim como o gel, o acrílico, que usa porcelana, é uma prótese permanente que requer reparos quinzenais. Segundo Katsue Hernandes, ele seca por evaporação. “Essa, porém, é a técnica mais complexa e exige maior habilidade do profissional. Com o material é possível reconstruir unhas roídas e dar uma aparência totalmente natural para as mãos”, afirma. As próteses permanentes variam de R$ 120 a R$ 180. Para o serviço de reconstrução de unhas, a empresa Star Nail sugere o valor de R$ 110.
 
Acrylfix, o simples
 
Uma das técnicas mais rápidas de alongamento é o Acrylfix, desenvolvida pelo Empório das Unhas, que consiste na aplicação de uma cola em um gel especial, por cima da unha – ela é diferente do acrigel que mistura gel de silicone e pó acrílico. Depois, ela é mergulhada em um pó acrílico. A proposta é criar uma camada resistente e diminuir a quebra. “É a mais rápida e conserva a unha natural,  pois não utiliza primer para fixação, que pode desidratar e remover algumas camadas de queratina das unhas”, explica Katsue. Segundo a técnica, os produtos usados neste serviço são solúveis em acetona. Entretanto, é recomendado a procura de um profissional qualificado para removê-las. O valor do alongamento varia entre R$ 50 a R$ 85.
 

Manutenção e cuidados gerais

Quem opta por alongar as unhas, independentemente da técnica escolhida, deve seguir cuidados específicos para evitar problemas. Em primeiro lugar está a própria aplicação. “Evite unhas aplicadas inadequadamente, sem técnica. Exija produtos com certificado porque os de má qualidade podem causar danos nas unhas naturais”, explica Conceição Pimentel, manicure da Esmalteria Nacional, em São Paulo. Segundo Conceição, para fazer o serviço, a unha deve estar com cutícula e saudável – sem nenhum tipo de doença, como micose, por exemplo. “O alongamento não é recomendado para diabéticos e grávidas. Pessoas com alergia devem procurar produtos com composição diferenciada, ou seja, inodoro e hipoalergênico.”

Para manter as unhas e aumentar a durabilidade é fundamental a higiene. Isto implica fazer periodicamente as manutenções. “Assim você não cria infiltrações e descolamentos diminuindo a resistência”, explica Paola Barreto. Se perceber qualquer anormalidade, procure o local onde foi aplicada e remova. “Neste caso, busque também um dermatologista para fazer um tratamento adequado”, explica Conceição Pimentel.

Postiças

As unhas postiças são fáceis de aplicar e possibilitam o uso da criatividade por causa das opções de cores e estampas. Mas, assim como os alongamentos, é preciso ter cuidados na hora da aplicação. Segundo Katsue, é imprescindível o uso de cola própria. “Use somente as específicas para unhas, que são solúveis em removedores. Caso contrário, pode causar danos como amarelamento ou escamação”, afirma a técnica. Ela também indica aplicar no máximo três gotinhas do produto. “A quantidade depende do tamanho da unha. Mas, evite a região da cutícula para não contaminá-la”, finaliza.

SERVIÇO

Salões especializados 

d-unhas
Tel.:(11) 2639-9939
www.d-unhas.com.br

Esmalteria Nacional
Tel.: (11) 3062-6727
www.esmalterianacional.com.br

Empório das Unhas 
Tel.: (11) 5041-4619
www.emporiodasunhas.com.br

Topo