Beleza

Saiba como escolher aparelhos portáteis de cabelo para viagens

Isabela Leal

Do UOL, em São Paulo

Não pesar na mala e fazer bonito no espelho. Esse é o grande desafio dos acessórios de cabelos para viagem, como secadores, chapinhas e escovas modeladoras. Eles precisam ser leves, compactos, potentes e, no caso das escovas (que não têm versões mini), devem agregar mais de uma função – entre secar, modelar, alisar, definir cachos etc – para valer a pena.

Hoje em dia, com tantas opções eficientes no mercado, aquele impasse de que “os grandes pesam muito e os pequenos não são potentes” já caiu por terra, graças às versões pocket, que possuem um tamanho menor do que os aparelhos que usamos em casa, são mais fáceis (e leves) de carregar e alguns até cabem no nécessaire, sem comprometer o desempenho, na maioria dos casos.

“Muitos desses equipamentos, mesmo sendo mais compactos, possuem potência capaz de secar, alisar ou modelar os fios de maneira eficiente, sem que seja necessário um longo tempo para se produzir”, afirma o cabeleireiro Samuel Jabes, do salão Blend, de São Paulo.

Escolha conforme a necessidade
É preciso analisar de forma crítica as possibilidades na hora de escolher e assim investir sem prejuízo. Para o cabeleireiro Sandro Cassolari, do salão Cassolari’s, de São Paulo, um secador com potência mínima de 1000 watts é o bastante. “Com essa capacidade, se tem um aparelho quente o suficiente para secar qualquer tipo de cabelo e ainda fazer uma bela escova. A única ressalva é para os cabelos muito crespos, essa potência não tem força para alisar. Por outro lado, se acoplar um minidifusor em um secador com essa potência é possível secar os cachos de forma natural e eficaz”, diz.

Na lista dos leves e funcionais, as escovas elétricas são campeãs. “Apesar do tamanho normal, elas não pesam nada e, dependendo da marca, são multifuncionais: alisam, secam, fazem ondas, definem os cachos, controlam o frizz. E para serem de fato úteis e uma opção prática, nem precisam ter todas essas características, basta aquelas que atendem a necessidade de cada mulher”, explica Cassolari.

Na loja: investimento certo
Confira a seguir algumas dicas que podem ajudá-la na hora de comprar esses acessórios para a sua próxima viagem.

Regras gerais
* Quem gosta de arriscar um visual diferente a cada dia, deve investir em aparelhos compactos, que exerçam mais de uma função, como secar, alisar e modelar os fios.
* Fique atento ao peso desses assessórios, muitos deles até são compactos e funcionais, mas pesam demais na mala.
* Preste atenção no conforto e praticidade de manuseio de cada aparelho. De nada adianta você ter um produto muito pequeno se não conseguir segurá-lo com firmeza; ou que tenha um fio curto demais, a ponto de dificultar os movimentos.
* Na hora da compra, solicite ao vendedor que ligue o aparelho para você ver a potência e sentir as temperaturas de sopro (no caso dos secadores); experimentar a chapinha numa pequena mecha de cabelo; e se informar sobre como utilizar todas as funções das escovas modeladoras, pois além de serem versáteis, elas devem ser, de fato, fáceis de usar.

Tecnologia
* Prefira aparelhos bivolts, com voltagens de 110V e 220V, assim você pode usá-los em qualquer local, independentemente da voltagem.
* Como em outros países as tomadas são diferentes, umas têm três pinos e são grandes; outras, três pinos e pequenas; invista em um adaptador universal – o acessório é vendido em lojas de eletroeletrônicos e grandes magazines de produtos para casa.

Secadores
* Dê preferência para os secadores que já acompanham bico direcionador, assim você pode acoplá-lo ao aparelho e direcionar o jato de ar diretamente na mexa que está sendo trabalhada. O acessório é essencial para fazer escova, por exemplo, assim como para agilizar o tempo de secagem.
* Para as encaracoladas, é bom verificar se o secador vem com minidifusor, para produzir cachos mais definidos e com um aspecto natural.
* Verifique se o secador vem com duas temperaturas, no mínimo, já que a mais quente serve para secar e modelar e a mais fria ajuda a finalizar o processo deixando os fios mais soltinhos e sem frizz.

Chapinhas
* A chapinha deve ter acabamento cerâmico, para alisar os fios de maneira mais rápida sem o risco de danificar a sua estrutura. Caso o aparelho não tenha esse benefício, certifique-se de que ele ofereça características similares como, por exemplo, conter outro material ou mecanismo que também alise de forma rápida, evitando o contato do calor por muito tempo nos fios.
* Uma chapinha eficaz deve atingir no mínimo 200º C de temperatura.
* Atenção para a largura da chapinha, mesmo sendo uma versão compacta, ela deve ter no mínimo dois dedos de largura, os modelos mais estreitos que isso são indicados para o uso em franjas e pontas de cabelo – que também podem valer a pena, desde que a necessidade seja essa.

Escovas modeladoras
* Essas escovas não possuem versões mini, mas a vantagem é que elas agregam mais de uma função em um único aparelho. Antes de comprar, verifique todas as utilidades, principalmente se tem a função de secador de cabelo (um coringa para as mulheres). Assim – de fato – ela será um acessório prático e funcional. Outro benefício: por mais peças extras que elas tenham, são superleves.

Topo