Beleza

Pinceis de maquiagem precisam ser lavados para evitar contaminação

Thinkstock
Além de lavar os pincéis regularmente, é importante mantê-los em ambiente seco e arejado e nunca guardá-los ainda úmidos imagem: Thinkstock

Isabela Leal

Do UOL, em São Paulo

Na hora de fazer a maquiagem, ao lado dos itens de pintura propriamente ditos como base, corretivo, batom, sombra, etc, quase sempre, lá estão eles: os pincéis. Grandes aliados e muito úteis, eles deixaram de ser ferramentas exclusivas dos maquiadores há muito tempo. A razão é fácil de entender: eles ajudam a deixar o look mais bonito, trazem um efeito muito natural ao rosto e uma finalização impecável.

Portanto, cuidar bem dos pincéis é fundamental, o que significa higienizá-los regularmente, mantê-los sempre secos e em lugar arejado, de preferência. O segredo é, basicamente, manter suas cerdas bem limpas e intactas (tanto no formato quanto na quantidade). A frequência certa das lavagens vai depender da intensidade do uso. Quem usa diariamente deve lavá-los pelo menos uma vez por semana, para que não acumulem fungos e bactérias, que podem causar infecções na pele. Já quem não usa regularmente, pode lançar mão da limpeza a cada 15 dias. Veja a seguir seis motivos para você desenvolver o hábito de lavar os pincéis correta e regularmente.

1- Preservar a cor original dos produtos de maquiagem
Em um dia você usa uma sombra marrom; no outro, uma rosa; e quando está mais inspirada arrisca uma azul. Já pensou tudo isso com o mesmo pincel? As cores originais se deturpam e mesclam com a “daquele momento” alterando o tom, o que, inclusive compromete o resultado. “Além de misturar as cores, o pincel pode ficar com produto em excesso e não cumprir bem sua função. Principalmente se for um pincel de esfumar, que serve para tirar a marcação da maquiagem, o limite entre as cores e produtos utilizados”, afirma a maquiadora Simone Barcelos, da escola Skin School, de São Paulo. “O pincel de delinear também não pode ter resíduos, pois o restinho de delineador que sobra acaba ficando ressecado e pode deixar as cerdas duras, o que atrapalha demais na hora de fazer aquele traço gatinho, por exemplo”, diz a profissional.


2 - Evitar contaminação por bactérias
Não lavar os pincéis e deixar o “resto” do produto utilizado nas cerdas pode levar ao risco de contaminação, bem como guardá-los sem que estejam completamente secos. “Qualquer instrumento de uso cosmético que tem contato direto com a pele deve ser higienizado pelo menos uma vez por semana, com água e sabão, e muito bem seco antes de ser guardado”, declara a infectologista Luciana Lara, do Hospital Daher, de Brasília (DF). A médica explica que o ideal é lavar a cada uso e guardar em um ambiente seco e arejado. “O não cumprimento desses cuidados pode aumentar as chances de infecções fúngicas e bacterianas”, diz.
Os pincéis utilizados para itens líquidos ou cremosos, como base e corretivo, são mais suscetíveis à contaminação, por conta da umidade; mas isso não significa que os pincéis de pó, blush e sombra (com textura em pó) não precisem ser lavados.

3 - Secar corretamente é tão importante quanto lavar
De nada adianta lavar corretamente os pincéis e caprichar nos movimentos para que o xampu ou sabonete atinja todas as cerdas, se eles não forem muito bem secos. A umidade é o ambiente preferido dos fungos. Então, fique de olho: depois de lavar, enxágue muito bem (resíduos de sabonete também podem deixar as cerdas duras) e ao terminar esprema as cerdas, sem torcer, sempre cuidando para que elas permaneçam na posição original. Feito isso, é só deixá-los na posição horizontal, sobre uma toalha macia, até secarem completamente. Importante: nunca deixe os pincéis secando na posição vertical, para não encharcar o cabo, não descolar o acabamento que une o cabo às cerdas e também para não deformar as cerdas. A professora Maria Guadalupe Athayde, do curso de maquiagem do SENAC, em São Paulo, destaca: “Se houver a necessidade de secar com o secador, opte pela temperatura morna para não danificar os pelos”. E não se esqueça de posicionar o jato de ar sempre no sentido das cerdas, nunca “de frente” para os pelos.

4 - Os higienizadores são úteis, mas não suficientes
Isso mesmo, os higienizadores prontos limpam os pincéis, mas não substituem a lavagem clássica, com água e sabonete líquido ou xampu de bebê. Eles são um quebra-galho nas situações em que lavar é impossível, principalmente porque secam muito rápido e são de fato eficazes para uma higiene momentânea como, por exemplo, aquela hora em que trocamos a maquiagem do dia por outra mais elaborada, para a noite. Como explica Simone Barcelos: “Eles são ótimos para uma limpeza rápida, necessária na hora de trocar a cor de uma sombra, blush ou batom, mas não dispensam a limpeza profunda, que deve ser feita pelo menos uma vez por semana, para remover os resíduos mais resistentes”, diz a maquiadora. Apesar da maioria dos higienizadores ter ação bactericida (fique de olho, nem todos têm), dependendo do caso, eles não conseguem retirar completamente o resto de produto que fica no meio das cerdas, isso só com uma lavagem bem feita é possível. Simone Barcelos destaca outro detalhe importante: “Na hora de comprar, verifique se o higienizador tem efeito de condicionar as cerdas, caso contrário, os pincéis de pelo natural podem ficar ressecados com o tempo”.

5 - Guardar de forma errada compromete a higiene
Nesse caso, o cuidado é com a umidade e com as cerdas. “O segredo é guardar o pincel totalmente seco e tomar cuidado para posicioná-lo de forma que as cerdas não fiquem amassadas ou dobradas”, explica Maria Guadalupe Athayde, do Senac. Isso vale para gaveta, suportes que imitam copos, bolsinha de maquiagem ou para aqueles estojos próprios de enrolar, onde os pincéis são colocados um a um em divisões individuais. “Só é preciso tomar cuidado com a limpeza do próprio estojo. Os copos são úteis também, mas é bom ficar atenta com o tempo que os pincéis ficam expostos, pois quando são pouco usados, eles podem acumular poeira”, diz Simone Barcelos.

6 - Vida longa a eles
Mantê-los sempre limpos, e bem secos, é a senha para prolongar a vida útil dos pincéis. “Bem cuidados os pincéis podem durar muito tempo, tenho alguns há 20 anos e estão em ótimo estado, certamente porque cuido deles com muita responsabilidade”, declara Maria Guadalupe.

 

APRENDA COMO LAVAR OS PINCÉIS CORRETAMENTE

Topo