Beleza

Saiba como recuperar o cabelo depois do verão

Thinkstock

Danielle Sanches

do UOL, em São Paulo

Dias longos e quentes, sol, mar, piscina. Os dias de verão estão ficando para trás e, depois de meses aproveitando intensamente, é hora de cuidar dos danos que ficaram no cabelo. E eles não são poucos. Feito de queratina, o fio do cabelo se torna mais maleável com o sol, que amolece essa proteína. O resultado são fios quebradiços e não raro, com pontas duplas. “O sal, a areia e o vento também causam uma espécie de peeling no cabelo, removendo a camada externa do fio e deixando-o exposto, fragilizado”, explica o tricologista Valcinir Bedin, Presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo. E tem mais: a cor que desbota, o loiro que fica verde, o ressecamento que aumenta o frizz... a boa notícia é que dá, sim, para reverter todos esses quadros. Confira:

Pausa saudável
Antes de mais nada, dê um tempo nas colorações e outros tratamentos químicos que por si só já causam danos à estrutura do fio. “O cabelo já está muito danificado para aguentar mais uma agressão”, afirma Valcinir Bedin. Ele indica uma recuperação total dos fios com tratamentos que reponham as perdas de água e nutrientes. “Dependendo do dano, é indicado esperar até três meses antes de uma nova química”, diz o especialista.

Perca o medo da tesoura...
...e vá ao cabelereiro. A menos que os fios estejam muito, mas muito danificados, não é necessário mudar radicalmente. “Um ou dois centímetros já são suficientes para eliminar pontas ressecadas ou duplas”, afirma Wesley Nóbrega, cabeleireiro do salão W Higienópolis, em São Paulo. Se a pedida é renovar, invista em um corte na altura do ombro ou um pouco abaixo, com as pontas repicadas. “É um corte que dá leveza e movimento aos fios”, afirma o expert.

Saiba escolher
Depois do corte, é a hora de investir em tratamentos. Nessa hora, vale pedir ajuda profissional para selecionar o que é melhor para o seu cabelo. “Fios ressecados pedem apenas hidratação, para que recebam água. Já os mais danificados e porosos devem ser tratados com queratina, para preencher as falhas na estrutura”, afirma Leonardo Guedes, cabeleireiro do salão W Crystal, de Curitiba. O botox capilar (conhecido por ajudar a reestruturar os cabelos danificados), também popular nos salões, deve ser feito com cuidado. “Se o fio estiver ressecado, mas estruturalmente saudável, ele pode ficar pesado e sem vida com o excesso de nutrientes, que também faz mal e pode até levar à quebra do fio”, diz o especialista.

Fuja do excesso de limpeza
Usar xampu antiresíduos mais do que uma vez a cada quinze dias pode ser prejudicial para os fios – principalmente para os cabelos mais danificados. Como ele tem uma ação detergente mais forte, ele pode ressecar ainda mais o cabelo já sensibilizado. Outro perigo é o de remover toda a oleosidade do couro cabeludo, causando o chamado “efeito rebote”: a pele entende que falta óleo e, assim, passa a produzir mais. “O ideal é deixar para usar esses produtos apenas no salão e se indicados por um especialista”, afirma Leonardo Guedes.

Cor a toda prova
Quem tem os fios coloridos sabe que o verão é a época em que mais sofrem. O sol é o principal vilão, já que ele oxida a cor, desbotando a tonalidade. As escamas abertas dos fios ressecados também ajudam nesse processo, deixando a cor desigual e o cabelo, sem brilho. Nesse caso, há duas opções: se o problema é apenas falta de água, só uma hidratação potente devolverá o aspecto da cor. “Se a cor de fato desbotou, é necessária uma combinação de hidratação com tonalizante, para que o fio não seja mais danificado mas a cor possa ser recuperada”, explica Leonardo Guedes.

Para as loiras, esse processo é um pouco mais complexo: sensível, o cabelo precisa de reposição de nutrientes. “Como ele é mais poroso, ele absorve tudo, inclusive substâncias como o cloro, deixando o loiro esverdeado”, afirma o especialista. Nesse caso extremo, o jeito é mesmo ir ao salão. “É preciso preencher as falhas estruturais do fio para que ele se fortaleça e mantenha sua cor”, explica o cabeleireiro.

Leve o tratamento para casa
Além de todos os tratamentos “power” do salão, é essencial seguir uma rotina caseira de cuidados. “É como cuidar da pele todos os dias com produtos específicos”, explica Wesley Nóbrega. Segundo ele, o indicado é que a mulher faça um tratamento fortificado no salão a cada 15 dias e, em casa, use uma máscara de hidratação para potencializar os efeitos. “Em cerca de dois meses já é possível ver a recuperação dos fios”, avalia o especialista.

Topo