Beleza

Bacon, pão, pizza e cigarro estão entre criações ousadas da perfumaria

Dênis Pagani

Do UOL, em São Paulo

Perfumes inusitados estão, discretamente, surgindo no mercado. Seja para serem usados apenas por diversão ou a sério, essas essências exóticas reproduzem cheiros curiosos, como pizza, bolo e até esperma. A escritora e especialista em perfumes Tania Sanchez é uma das autoras do livro “Perfumes: The A-Z Guide” (editora Penguin USA), obra que compila resenhas de essências. Para o livro, ela consultou alguns homens e fez a seguinte pergunta a eles: “Qual cheiro mais deixa vocês loucos”? A resposta: bacon. Atentos a essa paixão, a desconhecida marca Farginnay lançou, em 2011, o perfume Bacon, anunciado como uma “arma de sedução em massa”.

Apesar dessa declarada paixão masculina, a atriz Jennifer Love-Hewitt revelou que usa algo bem mais romântico para atrair o olfato dos admiradores. Em entrevista para a revista norte-americana US Weekly, a famosa disse que carrega um vidrinho de extrato de baunilha na bolsa, aquele usado para cozinhar, e passa diretamente no pescoço (“para atrair os homens”). Atentas a esse nicho diferenciado, marcas internacionais estão entrando na brincadeira. A seguir, conheça algumas essências para lá de excêntricas.

Cheirinho de pão
A Federação de Padeiros da Inglaterra criou o Eau de Toast, uma água de torrada, que foi lançada durante a semana de moda de Londres de 2013. A amostra grátis, feita para promover o trabalho dos associados, reproduzia o delicioso cheiro de uma torrada recém-saída do forno. Também nessa linha das padarias, o francês Serge Lutens criou Jeux de Peau (jogos de pele, em tradução livre do francês), essência que busca reproduzir o cheiro do pão quente que buscava para a mãe na infância.

É na tradição do perfume oriental, quente, envolvente, com os aromas tostados, levemente caramelados que o perfumista chega ao aroma do pão que acabou de sair do forno. “O cheiro de pão fresco me leva para a infância. O calor dele na minha bochecha ainda mais”, descreve Lutens. A saída do perfume é uma tradução quase perfeita de uma baguete dourada ainda quente.

Inspirado em uma viagem em que encontrou uma flor com cheiro de farinha, Jean-Claude Ellena, atual perfumista exclusivo da Hermès, também desenvolveu um perfume inspirado no pão. Bois Farine, lançado pela marca Artisan Parfumeur, remete ao pão frio, com cheiro adocicado de amido e textura semelhante a da farinha. É um perfume sóbrio, sem a exuberância de um floral ou frutado, mas confortável de usar.

Algumas marcas fazem desse tipo de reprodução o próprio carro-chefe da casa, como é o caso da norte-americana Demeter. A ala dos “gourmands” da loja é extensa, com Bolo de Aniversário, Leite Condensado, Torta de Maçã e até Banana Flambada, por exemplo.

Memórias olfativas
Com a missão de transformar esse tipo de memória em perfumes, a Demeter abriu suas portas em 1993. É dela um perfume de pizza. “Apertando o spray, tive um desejo intenso de morder a fatia de pizza imaginária, quente e pegajosa, que estava flutuando no ar. Demeter acertou. Você sente claramente o queijo derretido, molho de tomate salgado e a borda de massa,” comenta uma leitora do Fragrantica, site que funciona como um banco de dados de perfumes. No entanto, ela conclui: “no fim das contas, nunca usaria isso. É só algo curioso”.

A Demeter também investe na fantasia, com o Zombie for Her, descrito como “cheiro de floresta, de terra, não muito distante dos perfumes Terra, Minhoca e Tempestade,” -- todos da mesma marca. E ainda explora a memória infantil com o perfume Play-Doh, o equivalente americano da conhecida massinha.

Mas o que dizer de um gin tônica, também da Demeter, para se perfumar? O drinque é especialmente perfumado. Gin é um destilado feito de uma mistura de ervas e zimbro, que é a semente de um cipreste, com resultado bastante aromático. A bebida ainda leva limão e água tônica, para um efeito borbulhante e gelo. Não parece perfeito para se perfumar no verão tropical?

Quem leva a brincadeira para o estágio de provocação é a marca francesa Etat Libre d’Orange. Jasmin et Cigarette é precisamente o que diz o nome: uma combinação de tabaco e jasmim pesado, como se um belo perfume de jasmim se mesclasse ao cheiro de roupa impregnada de nicotina. Pode parecer estranho, mas o resultado é sedutor, noturno e perfeitamente usável.

Para a Sécretions Magnifiques (secreções magníficas, em tradução livre do francês), a inspiração é o próprio corpo humano ou “a mecânica interna dos fluídos”, como explica o perfumista Antoine Lie. Por lá, é possível encontrar vidrinhos com acordes que traduzem o sangue, esperma e o leite, por exemplo. Os cheiros são bastante fiéis: aflitivamente metálico, como o sangue ou cloro com um toque leitoso, em alusão ao esperma.

E aí, você encararia? Ainda dá tempo para pensar, já que nenhum dos perfumes mencionados acima ainda é vendido no Brasil.

Topo