Beleza

Cabelos finos e sem volume podem ganhar forma com cuidados especiais

Marina Oliveira e Rita Trevisan

Do UOL, em São Paulo

Cabelos finos são mais fáceis de secar e, geralmente, dão menos trabalho no dia a dia. Mas a falta de volume pode incomodar muitas mulheres, que sonham em variar o penteado com frequência. “As pessoas caucasianas são as que mais apresentam cabelos finos e, eventualmente, menor quantidade de fios”, explica o médico tricologista Luciano Barsanti, diretor do Instituto do Cabelo. Apesar de a espessura não estar ligada ao tipo de cabelo, são os fios que vão do liso ao ondulado que costumam ser mais finos.

Além disso, é preciso esclarecer que o cabelo fino não é, necessariamente, mais fraco. “Quando a pessoa já nasce com esse tipo de cabelo, não há deficiência alguma. O cabelo fino saudável é resistente”, afirma o médico tricologista Adriano Almeida, diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo. A característica só deve ser motivo de preocupação quando os fios começam a ficar mais ralos com o passar do tempo, o que pode acontecer por fatores genéticos ou pelo contato com agentes externos.

“Uma em cada quatro mulheres e seis em cada dez homens apresentam uma maior absorção de uma substância hormonal chamada DHT (dihidrotestosterona), determinada pelo gene”, diz Barsanti. “Esse processo leva ao afinamento do fio e, posteriormente, à calvície”, declara.

Causas externas
O calor do secador e da chapinha, bem como a exposição excessiva ao sol e a temperatura quente da água ao lavar os cabelos podem alterar a textura do fio, que fica mais poroso e com as pontas abertas. “Nessas ocasiões, a impressão que se tem é a de que o cabelo ficou mais fino. Mas, na verdade, ele só está mais frágil. A ponta afinou, porque abriu”, esclarece Barsanti. Repetir o alisamento dos fios com menos de 90 dias de intervalo e reaplicar a tintura com menos de 30 dias de pausa também fragiliza as madeixas, causando essa percepção.

Cuidados diários
Até mesmo o cabelo fino que está saudável pede cuidados ao pentear, já que ele embaraça com muita facilidade. Pentes de madeira ou de osso e escovas do tipo raquete, com cerdas leves e macias, são as mais recomendadas. “Recomendo desembaraçar os fios com os dedos no banho, quando ainda estão com o condicionador. Assim, fica mais fácil de pentear após o enxague”, diz Almeida.

Para lavar, vale investir em mais de um tipo de xampu. “Sempre indico um de revitalização, um próprio para cabelos finos e sem volume e outro para cabelos normais”, afirma o cabeleireiro Marcos Coraza, do Gilberto Cabeleireiros, em São Paulo.

Creme sem enxágue e leave-in devem ficar de fora da nécessaire, porque podem deixar o cabelo fino com aspecto pesado e sujo. “Ao secar, prefira o jato morno ou frio, para ganhar um pouco mais de volume”, diz Luciano Barsanti.

E o cabelão de revista? Bom, isso é possível de conseguir com alguns truques. “Escolha um mousse leve e aplique uma pequena quantidade nos fios. Depois, seque o cabelo com a cabeça para baixo, usando um jato em temperatura morna. Para finalizar, vale aplicar um spray seco”, ensina o cabeleireiro Cristhofer Glöe, do salão Blend, em São Paulo. Para os mais habilidosos, outra solução temporária para dar volume é ondular os cabelos com a ajuda de um babyliss.

Por fim, se o cabelo afinou recentemente, é preciso checar a causa do problema com um especialista, para poder tratá-lo adequadamente. Poderá ser necessário reforçar a hidratação, investir em uma cauterização e em produtos reconstrutores ou, ainda, passar por um tratamento médico.

Topo