Beleza

Perfumes com versões para ele e ela são presentes originais; conheça opções

Dênis Pagani

Do UOL, em São Paulo

Para o casal ficar ainda mais em sintonia, que tal investir em perfumes com versões masculinas e femininas neste Dia dos Namorados? Além de ser uma opção de presente original, a dupla de essências para ele e ela é fácil de agradar. Os pares que não se desgrudam podem ir além e optar pelas essências unissex, dividindo o mesmo frasco. A seguir, veja que tipo de casal você forma com seu amado ou amada e conheça alguns perfumes ideais para as almas gêmeas que desejam ficar mais unidas.

Casal de gala
Nem toda mulher pode ter um vestido de noite de Oscar, mas um perfume que veste como tal está nas prateleiras para quem quiser comprar. Carolina Herrera é o perfume com mais drama e acontecimento da marca e ainda carrega toda potência dos que foram criados nos anos 80: grandiosos, imponentes, perfeitos para um grande momento e com um rastro gigante. É uma mistura de angélica, jasmim e flor de laranjeira que não passa despercebida em nenhum ambiente.

A roupa de gala masculina é o smoking, e, como o traje, o perfume Herrera for Men acompanha a tradição. Este perfume tem o frescor da lavanda e do alecrim, levemente amargos, com um fundo escuro e amadeirado de tabaco. Ao contrário da nossa heroína, que pode se sentir exausta ao cruzar um eterno tapete vermelho, o perfume deste galã consegue ir para o dia a dia tranquilamente.

Elegantes na medida
Essa é uma dupla para um casal alinhado, que não chama atenção porque se esforça, mas por alguma coisa um pouco mais sutil e que deixa uma impressão forte, uma qualidade que se estende ao perfume que usam. 

Encre Noire Pour Elle, da Lalique, é uma rosa abstrata, um pouco terrosa, como se fosse polvilhada de patchouli e arredondada por uma dose de almíscar, que faz as coisas ficarem macias e delicadamente talcadas. O vetiver é a raiz de um capim que forma um óleo essencial que cheira a terra e umidade.

O masculino, Encre Noir, respeita essa origem, mas vai pela austeridade: é uma madeira escura, seca e com um aspecto levemente defumado. Uma ótima tradução da tinta preta que dá o nome.

Par reservado
Dune, da Dior, foi inspirado nas dunas, montanhas de areia que se movem ao sabor do vento. Essa aridez aparece perfeitamente traduzida no perfume feminino por conta de uma grande austeridade, que pode assustar quem está acostumado com acordes cremosos ou frutas suculentas. Se algo é perdido no fator água na boca, ganha-se em elegância e efeito adulto. Dune é de impressão seca, granulada e deixa um rastro poderoso. Por sua grandiosidade e potência, funciona melhor nas noites. Mesmo tendo sido lançado em 1991, não se parece com nenhum outro perfume do mercado.

E como isso se aplica ao universo masculino? Por tradição, a perfumaria masculina é o lugar do frescor verde, com perfumes que lembram folhagens, bosques e florestas. Dune Pour Homme respeita esses códigos e acha o seu recorte nesse espaço. A ideia de secura transportada para o verde dá a sensação de tocar em figos não maduros --a casca impede que os dedos deslizem. Faz um ótimo perfume-assinatura, aquele que se vai usar sempre, em todas as ocasiões. Bônus: Dune Pour Homme é quase desconhecido e difícil de achar, o que dá uma certa exclusividade.

Para compartilhar
Perfumistas dizem que a divisão entre masculino e feminino, em perfumaria, tem mais sentido comercial que estético. Afinal, houve um tempo em que homens usavam essências de rosa. Até que alguém teve a ideia: por que vender um frasco só, se é possível vender dois?

No entanto, as colônias e perfumes cítricos resistiram a qualquer definição. São mais ligeiros, frequentemente não duram muito e nem é essa a intenção, pois o foco está na imensa sensação de bem-estar que proporcionam ao serem aplicados. São os perfumes mais fáceis de acertar, porque caem bem em todas as temperaturas e momentos e pouca gente não gosta.

A Phebo possui um kit com três águas cítricas (Citrus, Neroli e Lavanda) que é uma boa opção para presente. A Roger & Gallet tem várias opções interessantes: Gingembre é fresca, com final macio e limpo. Jean-Marie Farina é uma colônia clássica, levemente floral e com a sensação energizante da noz-moscada. Thé Vert é uma fantasia sobre o chá verde, que cheira verde e fresco e, no fim, como palha seca.

Topo