Beleza

Cinco cortes e penteados que nunca saem de moda

Do UOL, em São Paulo

Eles são verdadeiros clássicos: do curtinho estilo pixie aos fios longos e ondulados com risca lateral, estes cabelos são apostas seguras para quem busca um novo visual. Inspirados em grandes nomes da moda e do cinema, os estilos a seguir fizeram a cabeça de mulheres de diversas décadas e ainda continuam em voga. O UOL Beleza separou cinco cortes e penteados atemporais para você copiar sem medo de errar.

Cabelos clássicos

  • AFP

    Chanel

    O nome do corte vem da estilista francesa Coco Chanel, que usava os fios grossos e escuros na altura do queixo e puxados para trás. Na década de 1920, este comprimento se tornou moda entre muitas mulheres, tivessem elas cabelos lisos ou encaracolados. Este corte é uma opção prática, charmosa e atemporal.

    Imagem: AFP

  • Reprodução

    Rita Hayworth

    Os cabelos com ondas fartas e tons avermelhados da atriz americana Rita Hayworth, no filme Gilda (1946), se tornaram um ícone de sensualidade e são copiados até hoje por uma variedade de famosas --vide Gisele Bündchen. O penteado pode ser feito com bobes largos ou babyliss e arrumado com as mãos para não perder o balanço e volume.

    Imagem: Reprodução

  • AP

    Audrey Hepburn

    Uma forma de suavizar o rosto é apostando na franja desfiada, que se tornou ícone no penteado da atriz Audrey Hepburn, estrela do filme "Bonequinha de Luxo" (1961). Curta ou longa, ela possui fios mais espaçados, realçando as sobrancelhas e mudando o visual sem cortes drásticos. Esta, aliás, é a opção para quem não quer fazer um corte radical, mas ainda assim quer mudar a aparência.

    Imagem: AP

  • EFE

    Brigitte Bardot

    O estilo volumoso e sensual é rapidamente associado à atriz francesa Brigitte Bardot, que usou este corte durante os anos 1960. Com fios longos e levemente desfiados no topo da cabeça para dar volume, ele pode ser preso em um coque, com presilhas, ou até mesmo em um rabo de cavalo. A cantora britânica Adele é uma das adeptas atuais dos penteados volumosos.

    Imagem: EFE

  • Divulgação

    Twiggy

    A modelo britânica Twiggy foi uma das mulheres a popularizar o estilo pixie (fadinha, em tradução livre do inglês) nos anos 1960. O corte é curto na parte de trás e nas laterais da cabeça, porém com fios mais longos em cima. Atualmente, atrizes como Emma Watson, Anne Hathaway e Michelle Williams apostaram neste estilo, abandonando as longas madeixas por um visual mais único.

    Imagem: Divulgação

Cabelos clássicos

  • AFP

    Chanel

    O nome do corte vem da estilista francesa Coco Chanel, que usava os fios grossos e escuros na altura do queixo e puxados para trás. Na década de 1920, este comprimento se tornou moda entre muitas mulheres, tivessem elas cabelos lisos ou encaracolados. Este corte é uma opção prática, charmosa e atemporal.

    Imagem: AFP

  • Reprodução

    Rita Hayworth

    Os cabelos com ondas fartas e tons avermelhados da atriz americana Rita Hayworth, no filme Gilda (1946), se tornaram um ícone de sensualidade e são copiados até hoje por uma variedade de famosas --vide Gisele Bündchen. O penteado pode ser feito com bobes largos ou babyliss e arrumado com as mãos para não perder o balanço e volume.

    Imagem: Reprodução

  • AP

    Audrey Hepburn

    Uma forma de suavizar o rosto é apostando na franja desfiada, que se tornou ícone no penteado da atriz Audrey Hepburn, estrela do filme "Bonequinha de Luxo" (1961). Curta ou longa, ela possui fios mais espaçados, realçando as sobrancelhas e mudando o visual sem cortes drásticos. Esta, aliás, é a opção para quem não quer fazer um corte radical, mas ainda assim quer mudar a aparência.

    Imagem: AP

  • EFE

    Brigitte Bardot

    O estilo volumoso e sensual é rapidamente associado à atriz francesa Brigitte Bardot, que usou este corte durante os anos 1960. Com fios longos e levemente desfiados no topo da cabeça para dar volume, ele pode ser preso em um coque, com presilhas, ou até mesmo em um rabo de cavalo. A cantora britânica Adele é uma das adeptas atuais dos penteados volumosos.

    Imagem: EFE

  • Divulgação

    Twiggy

    A modelo britânica Twiggy foi uma das mulheres a popularizar o estilo pixie (fadinha, em tradução livre do inglês) nos anos 1960. O corte é curto na parte de trás e nas laterais da cabeça, porém com fios mais longos em cima. Atualmente, atrizes como Emma Watson, Anne Hathaway e Michelle Williams apostaram neste estilo, abandonando as longas madeixas por um visual mais único.

    Imagem: Divulgação

Topo