Beleza

Cinco cortes de cabelo das famosas para quem tem 50 anos

Shâmia Salem

Do UOL, em São Paulo

Entrar para o time dos ‘enta’ exige um olhar mais atento para o corte de cabelo. É que, dependendo do modelo escolhido, você pode ter benefícios que vão além de ficar mais fashion e bonita, como disfarçar pés-de-galinha, flacidez da pele do pescoço, perda do contorno facial e até os lábios mais finos --sinais comuns da idade. Com base nisso, esqueça a máxima de que o cabelo deve diminuir à medida que a idade aumenta; há outras tantas e boas maneiras de encarar os fios com o passar dos anos.

Selecionamos, a seguir, cinco celebridades femininas que estão por volta dos 50 anos e vêm mantendo sua jovialidade no visual com a ajuda dos fios adequados.

Getty Images
imagem: Getty Images

1) Robin Wright
O curtinho “a la garçonne” é o eleito da atriz de 48 anos, que interpreta a personagem Claire no seriado “House of Cards”. “Apesar da franja longa e densa, que se sobrepõe a boa parte da testa e dos olhos e disfarça pés-de-galinha e pálpebras caídas, as laterais curtas e a nuca em degradê deixam a área do maxilar e do pescoço expostas. Por isso, é indicado para mulheres com peles sem manchas, por exemplo”, diz a cabeleireira e visagista Leila Bueno, do salão LB Hair, em São Paulo. “Outra vantagem do franjão é que ele dá um toque moderno e despojado à aparência, além de disfarçar entradas e falhas provocadas pelo típico afinamento do cabelo a partir dos 50 anos de idade”, completa o cabeleireiro Nandho Brandão, do salão Espaço By MoMa, em São Paulo.

Getty Images
imagem: Getty Images

2) Michelle Obama
O repicado da primeira-dama norte-americana, de 50 anos, coloca os fios para trás e para o lado. Além de dar um toque de modernidade ao visual e movimento aos fios, também "joga" a expressão para cima, disfarçando a queda natural da musculatura do rosto, que leva à perda de contorno e deixa a expressão facial triste. “O comprimento sobre os ombros é outro grande aliado, já que tira atenção do pescoço”, completa o cabeleireiro Ulisses SJ, do salão Blend, em São Paulo. O corte ganha mais um ponto positivo por ser democrático e combinar com mulheres de todas as estaturas, pesos, formatos de rosto e tipos de cabelo. “O único cuidado é o de dosar o repicado de acordo com a textura dos fios para ter menos ou mais volume e, com isso, camuflar a falta ou o excesso de bochechas”, alerta Brandão.

FotoRioNews
imagem: FotoRioNews

3) Luiza Brunet
À primeira vista, o look da ex-modelo de 51 anos lembra um pouco o da primeira-dama dos Estados Unidos. Porém, repare que ele vem numa versão bem menos repicada e mais longa --combinação perfeita para quem quer esconder a flacidez facial e as marcas no pescoço. E isso vale para todos os tipos de rosto e até para quem tem ombros largos. “Esse chanel de base reta, com leve movimento nas pontas e franjão abaixo do queixo, é o corte queridinho das mulheres nessa idade justamente pelo comprimento e balanço que tem, já que ambos funcionam bem para contornar a perda de volume e da quantidade de fios que acontecem com o passar do tempo”, conta a cabeleireira Leila Bueno. O look ainda ganha nota dez em versatilidade, já que permite penteados presos, modifica-se dependendo da forma como você joga a franja e se transforma à medida que cresce sem deixar transparecer que está perdendo o corte.

TV Globo/Divulgação
imagem: TV Globo/Divulgação

4) Fátima Bernardes
Camadas longas caindo sobre os ombros sem criar degraus artificiais são uma excelente pedida para quem quer ter cabelo comprido mas é baixinha, tem rosto redondo ou está acima do peso e não quer evidenciar nada isso. “Esse comprimento dá uma boa alongada enquanto o movimento ao redor da face e do pescoço forma uma moldura que ameniza pés-de-galinha, flacidez no pescoço e no colo e até lábios finos. Isso sem contar que deixa o visual despojado e alegre, como aconteceu com a apresentadora Fátima Bernardes, de 51 anos”, conta o cabeleireiro Leonardo Guedes, do salão W Crystal, em Curitiba. Segundo ele, o truque para evitar que o cabelo arme além da conta é manter a base reta e distribuir o volume no repicado, alternando pontas menores e maiores, que são valorizadas até mesmo quando os fios são presos. “Esse corte só não é indicado para quem notou que o cabelo está ficando fino e liso com o passar dos anos e não quer chamar a atenção para isso”, avisa a cabeleireira Mariana Gorine, do salão Crystal Hair Leblon, no Rio de Janeiro.

Getty Images
imagem: Getty Images

5) Sarah Jessica Parker
“Cabelo longo pode, sim, ser usado por mulheres maduras, desde que o corte esteja desconectado para garantir leveza e modernidade, como mostra a atriz de 49 anos”, aponta o cabeleireiro Nandho Brandão. Mas isso não significa se empolgar no repicado, que pode fazer as pontas parecerem mais finas. “O ideal é repicar de leve para manter a altura e evitar que ele achate a estatura ou deixe o rosto para baixo, aumentando alguns anos no RG”, diz o cabeleireiro Leonardo Guedes. Mais um benefício desse longão é que ele ajuda a disfarçar o pescoço marcado. “Não dá para negar que a perfeita combinação entre corte, cor e ondas é que faz desse cabelo um sucesso. Por isso, vale pensar se além manter o comprimento também não é o caso de colorir os fios”, sugere o cabeleireiro Ulisses SJ.

Getty Images
imagem: Getty Images
Topo