Beleza

Miss Mundo anuncia fim do tradicional desfile de biquíni

Divulgação
A partir de 2015 o Miss Mundo Brasil não terá mais o tradicional desfile de biquini imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

A Miss World Organisation, responsável pelo evento Miss Mundo, anunciou nesta quinta (18) o fim do desfile de biquíni nas próximas edições do evento, a partir de 2015. De agora em diante, as candidatas não serão mais julgadas pelo seu desempenho em trajes de moda praia. A edição brasileira do evento, o Miss Mundo Brasil, adotou a medida.

"O Miss Mundo busca uma mulher linda, articulada, talentosa, que possa ser uma embaixadora de projetos sociais. Que diferença faz uma nota alta em um desfile em traje de banho? Concordo que é quase constrangedor julgar uma mulher por dois centímetros a menos ou a mais em qualquer parte do seu corpo nos dias de hoje. Estamos orgulhosos dessa mudança e da nova era que se inicia nos concursos de beleza", declarou Henrique Fontes, diretor executivo do Miss Mundo Brasil e do Mister Brasil, via comunicado.

A decisão foi tomada pela CEO do evento, Julia Morley. “Não vejo nenhum problema em lindas jovens com seus trajes de banho em uma praia ou piscina. O que não faz sentido nos dias de hoje é elas serem julgadas em um palco em tais trajes, em uma sala ou teatro onde todas as outras pessoas estão formalmente vestidas. A beleza de uma mulher vai muito além disso, é tempo de realizarmos essa importante mudança”, explicou.

Criado em 1951 em Londres como um festival de biquíni, até 1975 a vencedora do Miss Mundo era coroada em trajes de banho. No ano seguinte, a jamaicana Cindy Breakspeare foi a primeira Miss Mundo a ser coroada em traje de gala. 

Topo