Últimas de Estilo de vida

Cuidados simples e diários ajudam a evitar o surgimento da acne

iStock
Alimentação balanceada e limpezas diárias ajudam a evitar o surgimento da acne imagem: iStock

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

A acne é um problema que provoca o surgimento de cravos, espinhas, cistos, caroços e cicatrizes. A dermatose ainda persegue muitos brasileiros, povo que tem a pele mais oleosa, por conta das condições climáticas. Mas quando o dermatologista classifica o problema como leve, é possível seguir algumas dicas simples, em casa, para melhorar seu aspecto. Seguem alguns procedimentos simples:

Limpeza
A princípio, a acne leve pode ser amenizada apenas mantendo a higiene correta da pele, lavando o rosto sempre com água gelada e não quente, para evitar a remoção demasiada da proteção natural da pele e nem estimular a oleosidade. “A glândula sebácea ‘acha’ que não produziu oleosidade suficiente e acaba fabricando ainda mais gordura com a água quente, o que piora a acne”, explica a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo. 

Durante o dia, lenços que absorvem o excesso de oleosidade são indicados. A higiene na região também pode ser realizada pela noite, com sabonetes líquidos específicos. Em alguns casos, também é possível cuidar da acne durante o banho, com ajuda de sabonetes esfoliantes. “Use durante banhos curtos e sempre com a temperatura da água morna para fria”, indica o dermatologista Alexandre Ricciardi.

Controle da oleosidade 
Toalhas e fronhas também merecem atenção para não criar um ‘terreno’ propício para a proliferação de bactérias e infecções. “Pelo menos uma vez por semana é indicado trocar a roupa de cama e banho para não desenvolver uma camada de óleo nesses tecidos. Se tiver algum sangramento de pústula ou da acne, o ideal é trocar as toalhas mais vezes por semana”, recomenda Dra. Valéria Marcondes.

Maquiagem
O primeiro passo antes de usar maquiagem é higienizar bem o rosto e optar por produtos destinados ao tipo específico de pele. “O mercado oferece base e corretivo para todos os tipos de pele, mas já existem maquiagens com propriedades medicamentosas que ajudam a amenizar o problema”, afirma a cirurgiã plástica Roseli Cardinali, que atende em São Paulo. Antes de dormir, também é importante remover qualquer vestígio de make. “Dormir maquiada pode gerar acúmulo de resíduos, inflamar o folículo piloso e piorar o caso”, diz a dermatologista Geisa.

Alimentação
Manter uma alimentação balanceada e beber bastante água contribuem para melhorar a aparência da acne. “Maneirar na hora de ingerir açúcares, gorduras e frituras ajuda muito”, garante a dermatologista Geisa Ribeiro Machado Costa. “Quando ingerimos alimentos ricos em açúcares, o organismo libera insulina, que estimula a produção de DHEA, um derivado do hormônio masculino que está ligado à maior fabricação de sebo e acne”, complementa a doutora Valéria.

Ajuda profissional
Se depois de tentar as técnicas acima o problema persistir, é preciso procurar por um especialista. O dermatologista é o mais indicado. “O profissional define o tipo de pele, busca as causas da acne e recomenda o tratamento específico após a classificação em acne comedogênica (cravinhos), leve, moderada ou severa”, explica Ricciardi.

Topo