Últimas de Estilo de vida

Depiladoras revelam qual é o estilo de depilação íntima mais pedido

iStock
Você sabe qual é o estilo de depilação que mais tem feito sucesso nos salões? imagem: iStock

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

Os estilos de depilação íntima também têm seus modismos. Nos anos 70, as mulheres costumavam aparar os pelos pubianos com tesoura, sem mudar o formato natural. “Já na década de 80, a moda era retirar apenas os que ficavam para fora do limite do biquíni e do maiô”, conta Patricia Cabral, depiladora do Werner Coiffeur, no Rio de Janeiro. Para resolver a questão rapidamente, a pinça era muito utilizada. 

Foi só nos anos 90 que a remoção com cera virou febre. A do tipo “cavada”, como ainda é chamada, era feita nos moldes dos limites do traje de banho e o estilo “filete” se consolidou como queridinho. “Os maiôs usados na série de TV “Baywatch”, conhecida no Brasil como “SOS Malibu”, eram os favoritos da década. Como eram bem cavados, a virilha era depilada mais profundamente e o resultado final era um filete vertical”, lembra Dora Martins, depiladora da Esmell Haute Coiffure, no Rio de Janeiro.

Divulgação/Baywatch
Maiôs ultra cavados da série "Baywatch" faziam sucesso nos anos 90 imagem: Divulgação/Baywatch

Conhecida internacionalmente por “brazilian bikini waxing”, a depilação total foi a favorita por mais de dez anos seguidos no mundo todo. A técnica, que é brasileira, começou a fazer sucesso no início dos anos 2000 e possui adeptas até hoje.

Nos dias de hoje
No entanto, o que faz sucesso hoje em dia? Segundo as profissionais consultadas pela reportagem, manter alguns pelos voltou a ser a grande pedida atualmente. “É comum tirar bastante; porém, mantendo uma faixa mais larga de pelos. Eles são apenas bem aparados com tesoura e não atrapalham na hora de usar peças cavadas”, completa Patrícia Cabral, depiladora do Werner Coiffeur.

Famosas como a atriz Gwyneth Paltrow e a cantora Lady Gaga já revelaram que preferem esse estilo. E a pedido do UOL Beleza, a apresentadora e ex-BBB Angélica Morango foi às ruas para perguntar o que homens e mulheres têm preferido, quando se trata de depilação íntima. Assista abaixo:

Sua pele bem cuidada
Tirar todos os pelos não é um problema, contanto que a higiene seja feita diariamente. Segundo o ginecologista e obstetra Dr. Domingos Mantelli, de São Paulo, basta manter a boa higiene da região para evitar a entrada ou a proliferação de bactérias.

Assim como os cílios e as sobrancelhas, os pelos pubianos têm a função de, entre outras coisas, serem "para-raios" de impurezas e até prevenir doenças --por isso, a importância de higienizar bem a região, caso opte pela depilação total. "Todos os pelos têm função de proteção contra agentes nocivos externos, como produtos químicos, fungos e bactérias. Infecções sexualmente transmissíveis como herpes genital e verrugas genitais, causadas por HPV, podem ter uma 'porta de entrada' facilitada nas pessoas que se depilam totalmente, uma vez que a barreira natural está ausente. Além disso, os pelos pubianos protegem contra vulvovaginites e outras infecções cutâneas desta região", afirma Luciana Abbade.

Também é recomendado falar com um dermatologista para saber qual é o tipo de cera ou depilação ideal para sua pele, para não desencadear alergias. Ainda é indicado procurar um ginecologista que aponte os procedimentos de higiene da região, de acordo com as necessidades da mulher. 

Outra dica: “Usar calcinhas com fundo de algodão e roupas pouco apertadas, que facilitam a ventilação, também favorece qualquer tipo de depilação [evitando alergias ou pelo encravados]”, garante a ginecologista e obstetra Dra. Edinalva Braz, de São Paulo.

Divulgação/Baywatch
Maiôs ultra cavados da série "Baywatch" faziam sucesso nos anos 90 imagem: Divulgação/Baywatch
Topo