Beleza

Descubra o poder da acupuntura no combate à celulite, flacidez e estrias

iStock
Acupuntura estética é alternativa de tratamento de estrias e celulites imagem: iStock

Carol Salles

Do UOL, em São Paulo

A acupuntura, ramo da medicina chinesa tradicional que utiliza agulhas finas para estimular canais de energia do corpo, é conhecida por tratar diversos males --desde dores e inflamações até acne, insônia e gripe. Existe, no entanto, um segmento pouco conhecido da técnica, que é usado para solucionar questões estéticas, como diminuir a gordura localizada, melhorar a aparência da celulite, da flacidez e até das estrias.

“A agulha ativa uma resposta do organismo através de uma espécie de microagressão localizada. O organismo reage localmente e no sistema nervoso central, com a liberação de diversas substâncias, como histamina, prostaglandinas, endorfinas e simpatomiméticos,  responsáveis pela melhora do fluxo de líquidos e pela ativação da produção de colágeno, por exemplo, que irão se refletir externamente”, explica o cardiologista Evaldo Martins Leite, presidente da Associação Brasileira de Acupuntura (ABA), em São Paulo.

Celulite e flacidez
No tratamento da flacidez, as agulhas são dispostas de forma a melhorar a nutrição sanguínea e energética nas áreas afetadas para fortalecer o tecido conjuntivo da pele. Assim, o metabolismo daquela região se normaliza, melhorando a textura e o tônus. No caso da celulite, o objetivo é regularizar o fluxo de líquidos dentro do organismo. “Na medicina tradicional chinesa, a celulite é vista como uma síndrome de estagnação dos líquidos internos do corpo”, comenta a acupunturista Daniela de Paula Risk, do Kalmma Spa, em São Paulo.

Essa estagnação dos líquidos é, em grande parte, causada pela alimentação. “Alimentos como açúcar, farinhas brancas e gordura deixam os líquidos mais viscosos e grossos, atrapalhando seu fluxo”, completa Ana Salantine, do spa Thai Soul, em São Paulo. Uma deficiência no funcionamento do pâncreas ou do baço também pode contribuir para o acúmulo de gordura e o aparecimento da celulite. Por isso, as agulhas são aplicadas não apenas nos locais que exibem os furinhos, mas também em outros pontos do corpo relacionados a esses órgãos.

Estrias
As linhas brancas e vermelhas são encaradas com certa cautela por alguns acupunturistas. “Trata-se de uma cicatriz, então a acupuntura pode amenizar sua aparência, mas não apagá-las”, diz a médica Maria Doris Bedoya Henao, professora da Faculdade de Medicina da Unesp, em Botucatu e especialista em medicina alternativa. Também não são todos os profissionais de acupuntura que tratam estrias, pois o método é um pouco mais invasivo.

“É preciso fazer micropunturações [estimulação mecânica com um aparelho semelhante ao utilizado na maquiagem definitiva] ao longo da linha. O método requer o uso de creme anestésico durante o tratamento e, depois, o paciente é orientado a usar uma pomada ou gel à base de calêndula e própolis”, destaca Daniela. Assim como outros tratamentos, a acupuntura também é mais eficiente quando feita nas estrias recentes, as de cor avermelhada.

Quanto tempo dura o tratamento?
Para celulite e flacidez, geralmente são indicadas dez sessões, uma ou duas vezes por semana. A partir da segunda sessão já é possível ver melhora no aspecto da pele. “À medida que os resultados surgem, pode-se fazer uma aplicação a cada dez ou quinze dias. Atingido o ponto esperado, sugere-se uma ou duas aplicações em cada estação do ano”, esclarece Evaldo Leite. “Já para estrias, deve-se fazer quantas sessões forem necessárias, respeitando sempre um período mínimo de sete dias entre as micropunturações”, revela Daniela.

Elas fizeram
A dona de casa Fernanda Marques Diez, 39 anos, de São Paulo, testou e aprovou o tratamento. “Não acreditava muito que a acupuntura poderia dar resultados estéticos, mas fiquei surpresa. O funcionamento do meu intestino melhorou muito e com isso desinchei totalmente. A pele ficou mais firme e com uma aparência melhor, mais tonificada e livre de algumas pequenas ondulações que eu tinha no abdômen. Além disso, minha compulsão por chocolate e outros doces diminuiu muito”, afirma. O tratamento de Fernanda incluiu também, em cada sessão, a aplicação de um ultrassom antes das agulhas e drenagem linfática depois.

A securitária Mara Mengardo Brunhara, 46 anos, de Campinas, é outra que aprova os resultados da acupuntura estética. “No início, minha ideia era tratar dores nas costas, mas comecei a perceber uma melhora indireta no colágeno da pele, que ficou mais firme. Então resolvi tentar um tratamento especificamente voltado para a flacidez”, conta. Segundo ela, os resultados ficaram visíveis antes mesmo de terminar o tratamento. “Minha pele está mais firme, tanto no rosto quanto no corpo. Gostei muito”. 

Topo