Beleza

Tratamentos de R$ 100 mil levam famosos como Belo à cadeira do dentista

Carol Salles

Do UOL, em São Paulo

Os cantores Belo e Anderson Leonardo, do grupo Molejo, não são mais os mesmos. Ambos passaram, recentemente, por grandes transformações no consultório odontológico, garantindo não só um sorriso mais bonito, mas também melhorias na mastigação, no desenho do rosto e até no amor próprio. “Para a autoestima, um sorriso novo, certinho, é muito bom, né? Meu tudão [referindo-se à esposa, Gracyanne Barbosa] adorou, ela foi a minha maior incentivadora”, contou Belo ao UOL Beleza.

O responsável pelo novo visual dos dois músicos foi o dentista Anderson Bernal, especializado em odontologia estética. “O tratamento do Belo foi feito em duas etapas. Na primeira, fizemos a preparação da boca, que incluiu a limpeza dos dentes e cuidados com a gengiva e a estrutura óssea”, explica.

Na etapa seguinte, a tecnologia entrou em cena. Primeiro, o cantor teve sua boca escaneada. A imagem resultante foi enviada a um programa de computador, que criou desenhos em três dimensões das coroas que seriam usadas pelo cantor. “Por fim, uma impressora 3D moldou as coroas em blocos de porcelana”, explicou o dentista. Foram, no total, 23 coroas.

Parece muito mas, com a ajuda da tecnologia, o processo todo leva alguns dias --no caso de Belo, as duas etapas levaram apenas cinco. “Eu sempre tive muito medo de dentista. Mas foi rápido e doeu bem menos do que eu imagina”, contou.

Anderson Leonardo, vocalista do grupo Molejo, também reconstruiu o sorriso. O processo foi todo transmitido pelo programa “Domingo Show”, da Record. “O Anderson tinha os dentes encavalados e um desalinhamento no jeito de morder que prejudicava sua mastigação”, conta Bernal. O primeiro passo do tratamento foi a extração de um dente. Depois, o cantor usou um aparelho ortodôntico nos dentes superiores por dois meses e meio, para deixá-los na posição ideal.

Nesse meio-tempo, também foi feito um clareamento na arcada inferior. Por fim, depois de tirar o aparelho, Anderson Leonardo passou pelo mesmo processo 3D de Belo. O resultado foram 12 coroas de porcelana, que deram vida nova ao sorriso do cantor.

“Ainda estou estranhando um pouco a mudança. Ainda não me acostumei com esse meu sorriso 3D, bonito”, brincou, em entrevista ao UOL Beleza. Apesar disso, ele diz que não sente dores nem grandes desconfortos. Cada um dos tratamentos foi avaliado em R$ 100 mil no total.

A colocação de coroas é apenas um entre os tratamentos mais procurados pelos famosos. “Hoje, praticamente todo mundo que está na mídia cuida bem dos dentes. É um requisito, ainda mais com as transmissões em HD”, revela o dentista Marcelo Kyrillos, do Ateliê Oral, em São Paulo.

Outros procedimentos comuns são a colocação de “lentes de contato”, uso de aparelhos invisíveis e clareamento. Este último, inclusive, é febre não apenas entre os famosos. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, nos últimos 10 anos houve um aumento de cerca de 300% na procura pelo tratamento. Conheça esses e outros procedimentos que deixam o sorriso mais bonito.

Clareamento
Há dois tipos: caseiro e com laser, realizado em consultório. Atualmente, grande parte dos dentistas aposta na combinação entre os dois métodos. O primeiro caso exige o uso de uma moldeira de silicone, feita sob medida. “O próprio paciente, orientado pelo profissional, coloca um gel clareador na moldeira e a encaixa na boca. O mais comum é usar à noite, durante o sono”, explica o dentista William Frossard, professor e coordenador do Curso de Especialização em Prótese Dentária Clínica da UERJ, que tem entre seus pacientes são os atores Miguel Falabella, Nívea Stelmann e Raquel Fabbri. No consultório, também é usado um gel clareador, mais concentrado do que o de uso caseiro, e aplicado diretamente sobre o dente. Uma fonte de luz - como o laser - é usada para potencializar a ação do gel. O preço médio do tratamento varia entre R$ 700 e R$ 4 mil.

Aparelho invisível
Substitui, na maioria dos casos, os aparelhos ortodônticos tradicionais, de metal. Feito de acetato finíssimo, é praticamente imperceptível. Ele corrige o encaixe incorreto das arcadas superior e inferior e alinha os dentes apinhados ou afastados, entre outras funções. Por meio de imagens escaneadas da boca do paciente, são produzidas moldeiras removíveis, que devem ser trocadas em média a cada 15 dias, conforme a evolução do tratamento. As moldeiras devem ser usadas o tempo todo, exceto na hora de comer e escovar os dentes. O tratamento completo pode levar cerca de 6 meses para casos mais simples a até 2 anos para os mais complexos. O valor é de R$ 12 mil a R$ 15 mil.

Lentes de contato
São placas de porcelana finíssimas que recobrem a superfície do dente e corrigem cor, alinhamento, diastemas (dentes muito afastados) e quebras. Por serem tão finas, não requerem o desgaste do dente antes da aplicação --como ocorre com as tradicionais facetas-- e conferem um resultado supernatural. “São coladas na parte da frente dos dentes com o uso de cimentos e adesivos específicos para esse tipo de procedimento”, explica Frossard. Em geral, o tratamento exige três visitas ao dentista: a primeira para o planejamento, a segunda para execução e moldagem e a terceira para prova e cimentação. O tratamento custa, em média, de R$ 2 mil a R$ 5 mil por dente.

Gengivoplastia
O procedimento que melhora a aparência do conhecido sorriso gengival não é novidade, mas continua fazendo sucesso nos consultórios. Trata-se de uma pequena cirurgia plástica, realizada com anestesia local. Faz-se cortes na gengiva, acima de cada dente. Nas aberturas, são inseridos pequenos cinzéis com os quais o dentista realiza o remodelamento da gengiva. Caso seja necessário mexer também na estrutura óssea, no entanto, o procedimento torna-se mais invasivo, pois é preciso cortar toda a gengiva para alcançar o osso. A recuperação total leva de 45 a 60 dias e, às vezes, é preciso fazer retoques após esse período, para se conseguir o melhor resultado possível. A cirurgia custa, em média, a partir de R$ 2 mil.

Topo