Beleza

Dermatologistas indicam cuidados e produtos para pele saudável no inverno

iStock
Usar produtos adequados para o inverno faz toda a diferença nos cuidados com a pele imagem: iStock

Isabela Leal

Do UOL, em São Paulo

Assim como no verão, a pele não só pede cuidados especiais no inverno, como também exige o uso de cosméticos específicos. O período é seco, os banhos se tornam mais demorados e a temperatura da água é elevada, a incidência de raios solares é suficiente para exigir proteção e o frio compromete a disciplina com a aplicação de cremes.

Para não se render aos efeitos nocivos da temporada, vale adotar alguns hábitos que fazem muita diferença, como substituir formulações densas por outras mais leves, lançar mão de um bom demaquilante, aproveitar a fase para usar ativos clareadores e, claro, caprichar na hidratação.

UOL Beleza consultou dermatologistas para reunir dicas sobre os produtos e texturas adequados para a época e tipo de pele, além de revelar alguns truques para potencializar os resultados.

Cuidados de beleza no inverno, segundo dermatologistas

  • Remoção do make

    Como a maquiagem no frio costuma ser mais elaborada e o clima contribui para que dure mais, um demaquilante adequado ao tipo de pele é imprescindível para fazer a retirada completa dos produtos aplicados.

  • Operação limpeza

    Segundo a dermatologista Monica Aribi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, no inverno o ideal é substituir os sabonetes faciais habituais por loções de limpeza a fim de evitar o ressecamento da pele. "Também por levarem à desidratação, tônicos devem sair de cena e dar lugar à água termal, que além de completar a higienização, ajusta o pH da pele, hidrata e nutre", recomenda Monica.

  • Hidratação reforçada

    Seja qual for o tipo de pele, a hidratação deve ser redobrada. "Toda pele precisa ser hidratada, até mesmo a oleosa. A diferença é a textura do cosmético: na pele oleosa, o produto deve ser mais leve, como gel ou sérum. Já a pele normal e a seca comportam materiais mais consistentes, como loção cremosa ou creme", explica André Braz, membro da Sociedade Americana de Cirurgia Dermatológica.

  • Potencializando produtos

    O segredo para intensificar a ação dos cosméticos nessa fase do ano está na remoção de células mortas. "Eliminar células mortas ajuda na absorção dos ativos, inclusive os hidratantes, muito importantes nessa época do ano. O ideal é usar um esfoliante suave duas vezes por semana", indica Juliana Piquet, membro efetivo das Sociedades Brasileiras de Dermatologia e de Cirurgia Dermatológica.

  • Tratamentos específicos

    Está liberada a aplicação de cremes clareadores. "A baixa incidência solar favorece a ação dos produtos. À noite vale investir em cremes ricos em vitaminas C e E e antioxidantes, como ácido ferúlico ou Coffeeskin. Para o dia, fórmulas à base de ácido hialurônico e vitamina C. Filtro solar não pode faltar, com FPS 20, no mínimo", diz Marcelo Bellini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

  • Frágeis por natureza

    Os lábios merecem atenção especial nessa fase do ano. "No inverno, eles tendem a ficar mais secos que o normal, por isso, o uso de um hidratante labial com alto poder hidratante aplicado durante à noite é essencial", recomenda Marcelo Bellini.

  • Blindagem contra o sol

    "Além de proteger a pele, o filtro solar é indispensável mesmo no frio por possuir poder de hidratação", afirma Monica Aribi. André Braz complementa: "Ele é obrigatório em qualquer época e quem tem pele oleosa deve optar pelas versões em gel ou spray, mas não deixar de usá-lo só porque é inverno", finaliza o profissional.

Cuidados de beleza no inverno, segundo dermatologistas

  • Remoção do make

    Como a maquiagem no frio costuma ser mais elaborada e o clima contribui para que dure mais, um demaquilante adequado ao tipo de pele é imprescindível para fazer a retirada completa dos produtos aplicados.

  • Operação limpeza

    Segundo a dermatologista Monica Aribi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, no inverno o ideal é substituir os sabonetes faciais habituais por loções de limpeza a fim de evitar o ressecamento da pele. "Também por levarem à desidratação, tônicos devem sair de cena e dar lugar à água termal, que além de completar a higienização, ajusta o pH da pele, hidrata e nutre", recomenda Monica.

  • Hidratação reforçada

    Seja qual for o tipo de pele, a hidratação deve ser redobrada. "Toda pele precisa ser hidratada, até mesmo a oleosa. A diferença é a textura do cosmético: na pele oleosa, o produto deve ser mais leve, como gel ou sérum. Já a pele normal e a seca comportam materiais mais consistentes, como loção cremosa ou creme", explica André Braz, membro da Sociedade Americana de Cirurgia Dermatológica.

  • Potencializando produtos

    O segredo para intensificar a ação dos cosméticos nessa fase do ano está na remoção de células mortas. "Eliminar células mortas ajuda na absorção dos ativos, inclusive os hidratantes, muito importantes nessa época do ano. O ideal é usar um esfoliante suave duas vezes por semana", indica Juliana Piquet, membro efetivo das Sociedades Brasileiras de Dermatologia e de Cirurgia Dermatológica.

  • Tratamentos específicos

    Está liberada a aplicação de cremes clareadores. "A baixa incidência solar favorece a ação dos produtos. À noite vale investir em cremes ricos em vitaminas C e E e antioxidantes, como ácido ferúlico ou Coffeeskin. Para o dia, fórmulas à base de ácido hialurônico e vitamina C. Filtro solar não pode faltar, com FPS 20, no mínimo", diz Marcelo Bellini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

  • Frágeis por natureza

    Os lábios merecem atenção especial nessa fase do ano. "No inverno, eles tendem a ficar mais secos que o normal, por isso, o uso de um hidratante labial com alto poder hidratante aplicado durante à noite é essencial", recomenda Marcelo Bellini.

  • Blindagem contra o sol

    "Além de proteger a pele, o filtro solar é indispensável mesmo no frio por possuir poder de hidratação", afirma Monica Aribi. André Braz complementa: "Ele é obrigatório em qualquer época e quem tem pele oleosa deve optar pelas versões em gel ou spray, mas não deixar de usá-lo só porque é inverno", finaliza o profissional.

Topo