Beleza

Revista causa polêmica ao fazer tutorial de cabelo afro com modelo branca

Reprodução/Twitter
A revista "Allure" usou modelo branca em passo a passo de black power imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

A edição de agosto da revista norte-americana "Allure" causou polêmica nesta segunda-feira (3) no Twitter ao ensinar passo a passo de cabelo afro em uma mulher branca. Leitores estão dizendo que a publicação está incentivando a apropriação cultural. 

No artigo chamado "Sim, você (você mesmo) pode ter um afro", a "Allure" usa a atriz Marissa Neitling, do programa "The Last Ship", como modelo para tutorial de black power. Segundo o texto, que faz parte de um especial sobre a estética dos anos 70, qualquer pessoa de cabelo liso pode conquistar os cachos volumosos usando algodão, secador e tendo muita paciência. 

Porém, os críticos apontam que, além de colocar uma pessoa branca na matéria, a revista ignorou o contexto histórico e cultural do penteado. Como já adianta o nome, o black power foi símbolo do orgulho negro durante os anos 60 e 70, quando a luta pelos direitos civis nos EUA estava no auge. Os fios bem armados eram usados principalmente pelos integrantes do grupo Panteras Negras. 

"Como vocês puderam achar que isto era realmente ok?", escreveu Olivia A. Cole no Twitter. "Todo mundo quer ter o cabelo estilizado, mas ninguém quer ser fichado", publicou outra internauta, se referindo ao preconceito sofrido por negros pela polícia. 

Ao "Buzzfeed" americano, a revista "Allure" disse que o afro tem uma "história cultural e estética muito rica". "Neste artigo, nós mostramos mulheres usando diversos tipos de penteados como uma expressão individual de estilo. O uso da beleza e do cabelo como uma forma de auto-expressão é o espelho do que está acontecendo em nosso país. A criatividade não tem limites-- e isto é maravilhoso", dizia o comunicado oficial. 

Topo