Beleza

Tensão no salão: 15 atitudes de clientes que irritam os cabeleireiros

Divulgação
"Pode fazer o que você quiser", diz a cliente. O profissional, no entanto, não pode ler a sua mente para descobrir o que curte imagem: Divulgação

Natália Eiras

Do UOL, em São Paulo

Alguns cabeleireiros até podem cometer seus desastres de beleza, mas os clientes também não são sempre inocentes. Hábitos aparentemente inofensivos para as pessoas que estão sentadas na cadeira do salão podem causar a queda dos cabelos dos profissionais.

Tem cliente ansioso que fica passando a mão nos fios durante escova, gente que quer ficar a cara de uma celebridade sem saber o trabalho para manter o corte e até pessoas que pretendem economizar uma grana levando produtos desconhecidos para dentro do salão. O UOL conversou com alguns profissionais e te conta o que evitar fazer no salão para deixá-los mais felizes: 

1- Atrasar para o horário do corte. "A gente fica esperando que nem bobo”

2- Não aguentar ficar longe do celular. “No lavatório atrapalha muito se o cliente fica no celular tentando ler mensagens. Você está recebendo uma massagem na cabeça, dá pra fazer o favor de relaxar?”

3- Não controlar as pernas inquietas. “Ficar cruzando e descruzando as pernas na hora do corte. O movimento desalinha a coluna e atrapalha”

4- Mentir para o cabeleireiro. "Gente que jura de pé junto que não fez nada no cabelo em casa, como química ou coloração. Como se a gente não percebesse que a estrutura do fio está diferente, sabe?”

5- Levar a turma toda para o salão com você. “Atrapalha levar um amigo e ficar virando a cabeça quando o cabeleireiro está cortando. Na real, principalmente em salões pequenos, levar mais alguém na hora do corte incomoda. Principalmente filhos hiperativos”

6- Ansiedade na hora da finalização. “Tem cliente que fica mexendo no cabelo antes da escova ser finalizada. Muda muito o resultado no final, sério”

7- Pedir para fazer um serviço igual ao do seu antigo cabeleireiro. "Cada um tem um método e usa produtos específicos”

Divulgação
Se você não largar o celular enquanto estiver no lavabo, é assim que ele vai lavar o seu cabelo na próxima vez imagem: Divulgação

8- Falar para o profissional fazer o que ele quiser. “Para ir ao cabeleireiro você tem de ter certeza do que vai fazer e não deixar tudo na mão dele. Ele sabe cortar, mas não lê mentes“

9- Ser "mão de vaca" na hora de ficar platinada. “Querer ficar loira, mas não estar disposta a arcar com os produtos que deixarão o cabelo bonito. Loiro é ostentação”

10- Achar que salão é terapeuta. "Ficar reclamando da vida o tempo todo deixa o clima ruim”

11- Mudar de ideia após deixar o salão. “Cliente que acha tudo lindo no dia, mas no seguinte começa a reclamar do corte”

12- Desinformação. “Tem cliente que acha que progressiva sai do cabelo com as lavagens”

13- Querer cabelo de celebridade sem ser realista. “Levar foto e achar que vai sair do salão daquele jeito não existe. Não existe foto real. Tem edição, photoshop, muito produto e mega hair”

14- Levar seus próprios produtos para o salão. "A gente não sabe qual é a procedência deles e, se o seu cabelo cair, é o profissional que aplicou que é processado"

15- Reclamar do preço do serviço. "Se não pode pagar, vá a outro cabeleireiro". 

Topo