Beleza

Coloração pode valorizar ainda mais o cabelo cacheado e crespo

Juliana Simon

Do UOL, em São Paulo

As formas dos cachos estão conquistando cada dia mais adeptas e, além do volume e dos cortes, as cores podem deixar os fios cacheados ou crespos ainda mais bonitos. Especialistas disseram ao UOL quais são as colorações ideais para esse tipo de cabelo.

Ruth Damaris, do Viss Cabeleireiros Visagistas, afirma que a preocupação com a saúde capilar durante a coloração dos cachos é maior se comparada a dos fios lisos, uma vez que a constituição deles costuma ser mais seca. A gama de cores permitidas é grande: preto, todos os tons de marrom e vermelhos. O problema maior são os tons mais loiros, ou de cores muito vivas, que exigem a utilização de descolorante com amônia. “Se a gente usa um descolorante ou um tom de muito alto, a tinta acaba alisando o fio, podendo desfazer o cacho ou deixá-lo muito arrepiado”, diz.

Divulgação/Getty Images
Optar pelo loiro pode deixar os cachos arrepiados, como os da cantora Shakira, ou alisados como os de Rita Ora imagem: Divulgação/Getty Images

Segundo a profissional, o indicado é dar preferência a tonalizantes e colorações sem amônia, ideais para cobertura suave de brancos ou para fazer um tom sobre tom. "Para cabelos cacheados, gosto de trabalhar com dois a três tons a mais do que o natural do cabelo. Ressalta o tom, mas não agride o cabelo", afirma Ruth. Esse tipo de produto é também o mais recomendado por Juha Antero, do MG Hair, para deixar os fios mais brilhantes.

Para quem é fã das mechas, Juha indica que a técnica de coloração mais adequada é a aplicada cacho a cacho, para que a torção dos fios não se desfaça.

No pós-coloração, a manutenção da cor depende muito da tonalidade e do trabalho realizado, segundo Jotha Cunha, do Studio W JK Iguatemi. "Exemplo, uma ruiva será necessário uma manutenção com tempo mais curto por causa de desbotamento", diz. A regra geral para os crespos e cacheados é uma hidratação mais intensa e regrada. O ideal é investir ainda mais em cremes, óleos e leave-in logo após o procedimento. Juha indica ainda produtos à base de manteiga de karitê e óleo de abacate, para maior emoliência. Já a queratina pode deixar os fios mais duros. 

Após a tintura, Ruth indica passar de quatro a cinco lavagens sem escovar os fios. Para quem faz relaxamento, os profissionais contraindicam qualquer tipo de coloração no mesmo dia do procedimento. Atenção também para as progressivas à base de formol: combinadas à tinta, o cabelo pode oxidar e perder a forma.

Topo