Beleza

De olho na diversidade, Barbie lança bonecas curvilíneas e com black power

Divulgação
Novas bonecas terão versão com curvas, mais altas e com proporções menores imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

Há alguns anos, as bonecas Barbie são criticadas por representarem um padrão de beleza considerado opressor por feministas: corpo longilíneo e sem curvas, cabelo loiro e impecavelmente lisos, e olhos azuis. Focando na diversidade e na tendência da imagem corporal mais saudável, a marca anunciou nesta quinta-feira (28) que vai lançar coleção de brinquedos com 3 tipos diferentes de corpos, 7 novos tons de pele e 22 cores de olhos. 

Parte da expansão da linha Fashionista, as bonecas serão divididas entre o biotipo Curvy, com corpo curvilíneo; Tall, versão mais alta do que a padrão; Petite, cujas proporções são menores e que devem agradar as garotas mais baixinhas; e a boneca original. 

Além dos novos formatos de corpo, os brinquedos terão cabelos com cortes mais curtos e com texturas diferentes, inclusive o black power, e cores fantasia. Traços étnicos também serão representados. Assim, as chances de uma garota se sentir representada por uma boneca aumentarão consideravelmente. 

Segundo o site oficial da marca, a nova linha é "apenas o começo". "Oferecendo produtos que empoderam e são mais imaginativos, nós acreditamos nas garotas e em seu potencial ilimitado. Você pode ser o que quiser", diz a campanha publicitária. 

No ano passado, a Barbie já tinha dado um passo mais progressista ao lançar boneca inspirada em look vestido por Zendaya no Oscar 2015. A cantora e atriz foi alvo de comentário considerado racista por apresentadora do programa "Fashion Police" ao usar dreads na cerimônia de premiação da Academia. Em homenagem à artista, a marca fez brinquedo com o penteado típico da cultura rastafári. 

Topo