Beleza

"O cabelo black faz parte de mim e tenho que exaltá-lo", diz Elza Soares

Gabriel Quintão
Elza Soares acompanhou o desfile de João Pimenta da primeira fila imagem: Gabriel Quintão

Natália Eiras

Do UOL, em São Paulo

A cantora Elza Soares, 78 anos, é de uma época em que mulheres de black power e fios cacheados podiam ser mal vistas no show business. Mas a artista, que esteve no desfile de João Pimenta nesta quinta-feira (28), durante a 41ª edição da São Paulo Fashion Week, conta ao UOL que não se rendeu à chapinha por uma questão de princípios pessoais. "Cada um tem a sua beleza e, se você passa por cima dela, fica horrível", comenta. "A minha beleza é o cabelo cacheado, cabelo black. Ele faz parte de mim e eu tenho que exaltá-lo". 

E é por isso que ela diz lutar para que o movimento que tem incentivado a beleza natural continue ganhando força. "Espero que não se torne uma moda, porque ela vem e vai embora. Quero que perdure, que fique de vez", explica. 

Quase aos 80 anos, Elza não abre mão da maquiagem bem marcante, principalmente os cílios postiços. "Acho uma loucura deixar de fazer as coisas por causa da idade, gosto de fazer tudo o que gosto", afirma. Em relação aos efeitos do tempo na pele, ela, que já foi bastante criticada por suas intervenções estéticas, diz que a melhor dica é "não dar bola". "O tempo que passa pela gente, não é a gente que passa pelo tempo", conclui. 

Topo