Maquiagem

"Já dei entrevista com o rímel na bochecha", diz a jogadora Jaqueline

Divulgação/Eudora
Jaque não abre mão de maquiagem nem mesmo em quadra imagem: Divulgação/Eudora

Do UOL, no Rio de Janeiro

Destaque na seleção brasileira de vôlei, a atacante Jaqueline Carvalho (a Jaque) é vaidosa assumida. Mesmo com a dura rotina de treinos e jogos, a atleta contou ao UOL alguns de seus rituais de beleza dos quais não abre mão nem mesmo antes de pisar na quadra. Atualmente, ela se encontra em concentração junto às demais jogadoras e equipe técnica em Saquarema (RJ), preparando-se para o Grand Prix, que tem início na quinta-feira (9), e para as Olimpíadas em agosto.

"Sempre me maquiei, mesmo quando era do time de base, antes desse maior destaque dos jogos televisionados. Sempre gostei de me arrumar. Faz com que eu me sinta bonita e valorizada", diz a jogadora.

E nem mesmo os antigos produtos, que derretiam no rosto, impediam Jaqueline de investir no make completo. Mas não a livraram de perrengues: "Antigamente já cheguei até a dar entrevista para a TV com rímel na bochecha. Pensei: 'não tem amigo'. Nem o repórter para me avisar, pô. Sacanagem", lembra, aos risos.

Hoje, a jogadora afirma que os cosméticos estão mais avançados e conquistam cada vez mais atletas que não querem abrir mão da produção para as partidas. "Agora posso suar, chorar e o produto continua ali", diz.

O cabelo longo e preto de Jaqueline também chama atenção. “Acham que uso tonalizante, que é aplique, mas é todo meu”, brinca. Os fios naturais também recebem cuidados especiais como hidratação. “Levo minhas máscaras para todos os lugares, em três ou quatro nécessaires quando viajo”, afirma.

Apaixonada por produtos de beleza, a jogadora aproveitou suas duas temporadas na Itália (2006/2007 e 2008/2009) também nesse quesito. "Quando voltei, foi até vexame porque trouxe uma mala a mais para trazer os produtos", lembra. 

Topo