Casa e decoração

Quero cultivar um jardim, mas não entendo nada de jardinagem; por onde devo começar?

Gerry Images
Como não é comum fazer uma análise de solo para definir os nutrientes existentes ou em falta na terra do jardim, é importante sempre colocar uma camada de terra adubada ou húmus, que contêm matéria orgânica fundamental para o crescimento saudável das plantas imagem: Gerry Images
Alessandro Terracini

Alessandro Terracini

Alessandro Terracini é engenheiro agrônomo e paisagista, proprietário da Terracini Paisagismo.

Quando decidimos ter um jardim, imaginamos a bela paisagem, flores e frutas, maciços verdes, arbustos e passarinhos ao redor colorindo a cena. A ideia de cultivar a natureza em um cantinho de nossas casas, mesmo que seja em um espaço pequeno, é sempre bem vinda e traz alegria.

Para realizar o sonho de ter um belo -e saudável- jardim, é necessário seguir alguns princípios básicos de jardinagem. São cuidados simples, mas que fazem toda a diferença para garantir a vivacidade do verde durante todas as estações do ano.

Neste primeiro momento, vamos começar pela base de tudo: o solo, o chão onde plantamos. As plantas crescem na terra, todo mundo sabe disso, mas qual é o solo mais indicado ao plantio? Como saber se é bom para cultivar o jardim?

Existem diversos tipos de solo que variam conforme o micro clima local, assim como outros fatores: a temperatura, a quantidade de chuva, os animais, as folhas secas e os restos vegetais contribuem para a fertilização da terra. É interessante notar que, para cada tipo de solo predominante, existem plantas que se adaptam ao habitat local.

No caso de jardins, onde não é comum ser feita uma análise de solo com o objetivo de definir os nutrientes que faltam ou estão em excesso, é sempre importante colocar uma camada de terra adubada ou húmus. Esta terra geralmente é composta de matéria orgânica (restos de comida, ossos, farelos e etc.) e é fundamental para o crescimento saudável das plantas.

Outra boa dica é o uso de adubos "NPK", facilmente encontrados em lojas de jardinagem; porém, precisam ser manipulados por um profissional engenheiro agrônomo ou paisagista, já que o excesso pode queimar a planta, e até mesmo causar sua morte.

Para completar o cuidado com a base do jardim, é indicado o uso de calcário. Muito importante para o plantio, ele tem como função neutralizar o PH do solo, diminuindo sua acidez e favorecendo o crescimento das plantas.

Assim preparamos o alicerce de tudo, a terra na qual iremos plantar e ver crescer um lindo jardim. O processo de semear é o segundo passo necessário, assunto sobre o qual falaremos na próxima semana.

Até lá!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Topo