Casa e decoração

À prova de tudo: tecidos são resistentes a animais, crianças e intempéries

Juliana Nakamura

Colaboração para o UOL, de São Paulo

  • Getty Images

    Suedes e ultrasuedes

    Muito utilizados para revestir sofás, poltronas e cadeiras, esses tecidos são fabricados a partir de poliéster e têm um toque macio que remete à camurça. Podem ser encontrados em acabamentos variados, como o que imita a pele de animais, e são indicados para quem busca um material durável, mas também confortável para decorar. Como as fazendas não sofrem com fios puxados, são boas escolhas para quem tem gatos. A desvantagem é que tais tecidos são difíceis de limpar e devem ser lavados a seco. Por isso, um cuidado importante é impermeabiliza-los antes do uso. A boa notícia é que suedes e ultrasuedes não são muito caros, o custo parte de R$ 20 pelo metro linear.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Couro sintético

    De preço baixo (a partir de R$ 26) a intermediário, é recomendado para quem tem alergia a pó. Também pode ser interessante para quem tem animais e crianças em casa, pois não absorve tanta sujeira e é fácil de limpar. Basta passar um pano úmido e finalizar com outro seco. O problema é que se trata de um revestimento desconfortável para os dias mais quentes. Além disso, não tolera a exposição ao sol. Como o couro sintético pode ser produzido com matérias-primas diferentes, há uma infinidade de modelos, dos mais elegantes - que se aproximam da aparência do couro natural -, aos mais ordinários, semelhantes ao plástico. Antes de comprar, fique de olho na qualidade e na origem do produto.

    Imagem: Getty Images

  • Futon Company/ Divulgação

    Sarjas e lonas de algodão

    Indicadas para quem busca um efeito despojado, as sarjas e as lonas costumam ser razoavelmente confortáveis. Por serem confeccionadas com algodão, não retêm calor nem umidade, o que é um ponto forte. Ainda que não tenham uma trama totalmente fechada, são boas alternativas para quem busca um material resistente a um precinho camarada. Para estofados, a variedade mais recomendada é a sarja peletizada, mas prefira o produto pré-encolhido. A limpeza periódica deve ser feita com aspirador de pó e, em caso de manchas, use um pano absorvente de imediato e não esfregue. O custo gira em torno de R$ 35, o metro linear.

    Imagem: Futon Company/ Divulgação

  • Karsten/ Divulgação

    Tecido impermeável (tipo Acquablock®)

    É o mais indicado para quem tem bichinhos de estimação e prioriza a resistência do material, pois conta com trama de poliéster e algodão impenetrável pelas unhas dos felinos. Além disso, é capaz de suportar a ação do sol e repelir a água. Por essas características costuma ser bem aproveitado em áreas externas, especialmente nos móveis para piscinas. Como é fácil de limpar - basta um pano úmido seguido de um pano seco -, pode ser utilizado para revestir sofás, pufes e almofadas e, até, proteger a cama do cachorro. O ponto fraco da fazenda é o toque: menos macio e confortável que a sarja e o suede. A boa notícia? O preço é considerado intermediário, a partir de R$ 36,90.

    Imagem: Karsten/ Divulgação

  • Tecdec/ Divulgação

    Jacquard

    Clássicos, com ótima resistência e bastante algodão em sua composição, os tecidos "jacquard" têm trama bem fechada, o que facilita a limpeza e reduz o acúmulo de poeira. Altamente decorativos, são relativamente confortáveis e bastante utilizados em sofás, colchas e cortinas e se caracterizam por suas estampas florais tradicionais ou variações mais modernas, como as quadriculadas e xadrezes. A má notícia é que o preço é um pouco mais salgado, a partir de R$ 60 o metro linear.

    Imagem: Tecdec/ Divulgação

  • Cremme/ Divulgação

    Linho sintético

    Com toque macio e pré-encolhido, o linho sintético é uma boa opção para quem não abre mão de um visual elegante, mas precisa de um material mais resistente. A fazenda é indicada para estofados e cortinas usados em áreas internas. Mas para garantir a durabilidade, procure versões com impermeabilização que impedem que líquidos e resíduos impregnem nas fibras. O preço, porém, é um pouco alto, chegando a R$ 100 pelo metro linear.

    Imagem: Cremme/ Divulgação

  • Divulgação

    Couro náutico

    Confeccionado com vinil ou PVC, é resistente à água, ao sol e tem propriedades antimofo. Por isso, é um revestimento indicado para decoração de embarcações e em casas de praia, bem como para locais de uso intenso, como hotéis e hospitais. Sempre em padrões lisos, os couros náuticos são usados para cobrir sofás, poltronas, pufes, divisórias, cabeceiras, etc.. A manutenção é bem simples: basta um pano umedecido seguido de outro seco. Já o conforto é intermediário. O preço varia em função da qualidade do material, mas em geral, parte de R$ 100 para um metro linear. [Fontes: Denise Fagundes, designer de interiores; Karina Korn, arquiteta; catálogos de fabricantes (Karsten e Regatta Tecidos)].

    Imagem: Divulgação

Topo