Casa e decoração

Brinde dos reis: seis taças luxuosas para festejar a vida

Juliana Nakamura

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Escolher uma taça elegante para vinhos e espumantes é importante não só para valorizar a bebida, como também para tornar especial um momento de celebração. O modelo ideal tem geometria própria: o bojo é mais largo que a boca e fica separado da base por uma haste fina.

A matéria-prima pode ser vidro ou cristal, mas os mais exigentes costumam preferir as peças de cristal com óxido de chumbo, que são extremamente finas e têm um tilintar único. Porém, o uso de cristais com esse aditivo deve ser restrito ao momento de servir e nunca para o armazenamento da bebida. O motivo? O chumbo, reconhecidamente tóxico, é liberado quando a bebida fica em contato com o recipiente durante dias.

Para quem se preocupa em valorizar o conteúdo, uma taça transparente e com poucos ornamentos é a mais recomendada, já que a análise visual da bebida é um dos critérios mais importantes para degustadores. “Encontrar a melhor taça é uma escolha única que pode ser pautada por outros fatores, como o estilo pessoal, a decoração e o motivo da celebração”, comenta o antiquário Luiz Cláudio Began. Veja a seguir uma seleção de taças luxuosas para brindar a vida e conheça um pouco desses vidreiros centenários!

 

Fontes: Luiz Cláudio Began, antiquário; Carlos Arruda, consultor de vinhos do grupo Verdemar; Wine Glass Guide da Riedel; catálogos das empresas.

Tintim!

  • Divulgação

    Luxo centenário

    Especialmente na Ásia e na Europa, os brindes de reis, primeiros-ministros e presidentes, costumam ser realizados com taças de cristal Moser (www.moser-glass.com/en/), produzidas artesanalmente desde 1857. No catálogo da empresa tcheca, uma das coleções de maior sucesso é a Paula 7000 (foto) criada em 1902, sob influência do movimento Art Nouveau. Com motivos florais gravados, polimento alto brilho e uma fina borda superior de ouro 24 quilates, as taças podem ser encontradas tanto em cristal transparentes e incolores, quanto em versões coloridas.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Lapidação fina

    As taças Waterford (www.waterford.com) começaram a ser produzidas na Irlanda em 1783. Desde então, os produtos da marca se tornaram ícones de sofisticação e elegância, especialmente por conta do seu brilho e transparência. No correr dos séculos, as peças ainda são confeccionadas a partir de cristal líquido em moldes de madeira e com lapidação manual feita por mestres vidreiros. Um padrão clássico da casa é o Lismore, com linhas dramáticas encunhadas no bojo, que sofreu variações com o passar dos anos, como o acabamento dourado (foto).

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Tradição real

    Sempre associados a luxo e sofisticação, os cristais Baccarat (www.baccarat.com) podem ser encontrados nas mesas de monarcas, czares e chefes de estado. Grande parte do prestígio da marca se deve à lapidação precisa e à manufatura delicada. Produzidas desde 1841 e escolhidas por figuras importantes da história, como Napoleão 3° e o Papa João Paulo 2º, as taças da coleção Harcourt são uns dos estandartes da "maison" francesa. As peças se caracterizam por sua forma geométrica, com corte reto ao longo dos lados e base hexagonal. Há versões totalmente incolores, mas as com um toque vermelho no meio da haste trazem a assinatura da grife.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Detalhes reluzentes

    Os cristais produzidos pela Saint-Louis (www.saint-louis.com), fundada em 1586, são reconhecidos mundialmente não só pelo design, como também pelo uso de técnicas avançadas de produção, tanto na coloração do cristal, quanto em cortes e acabamentos. Um dos produtos mais famosos da empresa, situada no nordeste da França, são as taças da coleção Thistle, que une lapidação sofisticada com influência Art Nouveau e a extravagância da borda com gravação em ouro.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Desejo de noiva

    Objetos e joias da centenária Swarovski (www.swarovski.com) adornam lugares como o Palácio de Versalhes, na França, e o Metropolitan Opera de Nova York, nos EUA. A casa austríaca também conta com taças concebidas para brindes especiais, desenhadas por Steven Weinberg. Fabricadas com cristal extremamente transparente, as peças têm hastes preenchidas com cristais dourados (foto) e base com lapidação que lembra a de uma pedra preciosa. A peça se transformou em sonho de consumo, sobretudo das noivas.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Em 1º lugar, a bebida

    Adorada pelos enólogos, as taças Riedel (www.riedel.com) têm design "clean", sem adornos excessivos, fazendo com que a bebida reine absoluta. Produzidas há mais de 250 anos com cristal (com ou sem chumbo), são rigorosamente desenhadas para ressaltar o buquê de cada variedade de vinho ou champanhe (foto). Levíssimas, as peças são fabricadas uma a uma com técnicas centenárias como sopro à boca e molde à mão.

    Imagem: Divulgação

Topo