Animais

Crie um jardim sensorial e faça seu gato mais feliz

Juliana Nakamura

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Os gatos são exploradores por natureza e, por isso, amam tanto gramados e jardins: quando bem cuidados, esses espaços oferecem um ambiente rico em cores, texturas, cheiros e sabores. Quer saber como criar uma área verde estimulante para seu gatinho?  Siga as dicas do UOL e monte um jardim sensorial para agradar os felinos.

Fontes: Clariça Lima, arquiteta e paisagista; Daniela Sedo, arquiteta e paisagista; Dr. Marcelo Quinzani, médico veterinário e diretor clínico do Hospital Veterinário Pet Care.

  • Getty Images

    Cuidados gerais

    Para proteção do seu bichinho, elimine as plantas tóxicas, como lírio (Lilium), comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia seguine) e copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica). Também não use vasos leves, que possam ser derrubados. "As plantas mais adequadas para os gatos são as que permitem interação e mexem com os seus sentidos", sugere a arquiteta e paisagista Clariça Lima, que também é dona do gato Tim.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Hora do lanche

    Os gatos vão agradecer se, além de brincar, puderem petiscar algumas folhinhas no jardim. Para isso, plante gramas de trigo, milho e aveia. Mais do que comestíveis, essas espécies são ricas em vitaminas e fibras. Mas atenção: tanto o trigo, quanto a aveia não costumam se desenvolver bem em locais expostos ao sol intenso. Também vale procurar um veterinário se seu gato apresentar interesse excessivo em degustar esses vegetais. Por trás deste hábito pode se esconder alterações gástricas ou digestivas, como gastrite e verminoses.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cheirinho bom

    Espécies que exalam perfumes agradáveis, como a valeriana (Valeriana officinalis) e a camomila (Matricaria recutita), são seguras e tendem a agradar o olfato dos felinos. Ambas são conhecidas pelo odor suave e por suas propriedades calmantes. A camomila, em especial, também repele insetos e ácaros, sendo ótima companheira para outros vegetais e animais.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    A preferida

    Se a ideia é deixar o jardim mais divertido para o seu gatinho, não deixe de considerar a 'catnip', menta de gato ou erva-gateira (Nepeta cararia). Trata-se de uma espécie perene, com folhas em forma de coração e que mantém um óleo essencial em seus caules e folhas. Este líquido contém o composto nepetalactona, que pode excitar, alegrar ou relaxar os felinos adultos. O mais recomendável é plantar a erva em vasos ou jardineiras. Isso porque, quando cultivada diretamente no solo, essa espécie tende a se alastrar e crescer como erva daninha.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Colírio para os olhos

    Assim como os humanos, os gatos também apreciam coisas bonitas. Por isso, que tal plantar flores coloridas no jardim para agradá-los? Dê preferência para espécies com flores azuis, vermelhas ou amarelas, como os girassóis (Helianthus annuus). A escolha de tais matizes tem uma explicação: pesquisas apontam que estas três cores fazem parte do espectro identificável de cães e gatos, que enxergam mal o verde.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Hora de brincar

    O jardim sensorial tende a ficar mais rico com plantas de texturas e tamanhos diferentes. Você pode tentar, inclusive, introduzir alguns exemplares de suculentas e cactos (esses últimos funcionam bem como coçadores para os bichanos). Apenas verifique se a espécie tem espinhos 'macios', para não machucar o bichinho. Se tiver espaço, construa algumas treliças de bambu para o gato se esconder e se aventurar. "Gatos gostam de escalar. Pense nisso e escolha plantas altas que possibilitem a diversão", recomenda a paisagista Daniela Sedo, que sugere árvores com galhos grossos, como uvaias (Eugenia pyriformis) e nespereiras (Eriobotrya japonica).

    Imagem: Getty Images

Topo