Casa e decoração

Além da área de serviço: lixeira Pac-Man decora e facilita remoção do lixo

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Videogame

    Uma série de quatro lixeiras foi inspirada nos fantasminhas do jogo eletrônico Pac-Man, hit do antigo videogame Atari. O nome da coleção é Blinky. Clyde. Inky. Pinky. A family of Home Pedal (em tradução livre, Blinky. Clyde. Inky. Pinky. Uma família de lixeiras de pedal) e reproduz os quatro nomes dos personagens. Os utensílios foram criados para ir além da área de serviço e servir como itens de decoração em qualquer canto da casa ou do apê.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Super-herói

    A criação do designer iraniano radicado em Milão, Itália, Sagar Satam pode ser personalizada de acordo com o gosto do freguês: as lixeiras são encontradas no padrão dos fantasminhas do Pac-Man, em cores variadas, mas também podem ser decoradas com o rosto e acessórios de super-heróis, stormtroopers e personagens de games ou desenhos animados.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Limpeza

    As lixeiras contam com um dispositivo inspirado em suportes para sacos plásticos encontrados em supermercados, que fazem com que a remoção do lixo seja limpa e eficiente. O aparelho é embutido na lata e, assim que o usuário retira o saco sujo, um plástico novo se destaca do rolo e forra automaticamente o recipiente.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Detalhes técnicos

    A lixeira assinada pelo designer Sagar Satam, que também foi exposta no Salão de Móvel de Milão 2016, é feita de plástico injetado com acabamentos alto-brilho e fosco. Suas dimensões são 40 cm de diâmetro e 56 cm de altura e um sistema de pedal faz a abertura da tampa.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Premiada

    As lixeiras da coleção Blinky. Clyde. Inky. Pinky. A family of Home Pedal ganharam quatro prêmios de design. O mais recente foi a edição 2015/2016 do A'Design (https://competition.adesignaward.com). Para saber mais sobre onde e como comprar, mande uma mensagem para o designer, no site: http://sagarsatam.weebly.com.

    Imagem: Divulgação

Topo