Organização da casa

Para não passar vergonha, prepare o banheiro para as visitas

Do UOL, em São Paulo

Pode perguntar para todos os seus conhecidos: alguém sempre tem uma história constrangedora para contar envolvendo banheiros. A boa notícia é que dá para minimizar a chance de "saias justas" e evitar que o próximo palco de tais causos seja a sua casa. As sugestões abaixo vão ajudá-lo a organizar o ambiente para receber visitas e deixar uma ótima impressão.

Fontes: Adriana Saade, Gil Eder e Juliana Faria, organizadores. 

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Papel higiênico nunca é demais

    Um ou dois rolos extras vão garantir que nenhum convidado passe pela delicada situação de perceber a falta só quando não dá mais tempo de reclamar. E vamos combinar: pedir papel na casa dos outros não é lá muito agradável. As unidades extra podem ficar expostas em uma bandeja ou dentro de um cestinho sobre a bancada da pia ou um aparador. Se você não se importar que as pessoas abram o seu armário (porque, na hora do desespero, isso vai acontecer), também dá para acomodá-las ali dentro.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Toalha molhada e sabonete em barra? Melhor não

    Os convidados vão preferir bater a mão rapidamente na roupa, a secá-la em uma toalha úmida demais ou manchada. As brancas são lindas e sugerem limpeza, mas é pouco provável que se mantenham impecáveis até o fim da festa. Então, se você não quer ficar trocando a peça várias vezes no meio da reunião, melhor investir em um tom mais escuro como grafite ou azul-marinho. De todo modo, não dá pra fugir de uma checagem após algumas horas. Se a toalhinha estiver "pedindo arrego", substitua. Sobre a pia, prefira o sabonete líquido, mais higiênico. Se for usar uma barra, coloque uma nova. Álcool em gel também agrada os mais encanados com a limpeza.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Lixeira vazia, sempre

    Talvez você nem utilize lixeira no banheiro, mas, se for receber alguém, é bom providenciar uma. São dois motivos: o excesso de papel no vaso pode causar entupimento e nem todo resíduo pode ser mandado por água abaixo. O cesto é necessário para o descarte de absorventes íntimos, lenços umedecidos, embalagens de curativos, entre outros. O lixinho também não pode transbordar, afinal sua casa não é um boteco na madrugada. Deixe um saco em cima do outro, dentro da lixeira. Assim, se ela encher, é só fechar o de cima, retirar e deixar um novinho no lugar. Mais prático e rápido, impossível.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Mantenha a escova sanitária por perto

    Combata o impulso de tirar ou esconder a sua escova sanitária ao receber gente em casa. Este utensílio pode ser muito útil em uma emergência, ajudando os convidados a conservarem o local limpo. Se não quiser deixá-la tão à mostra, posicione-a atrás do vaso. Hoje em dia, há versões mais bonitas do acessório, como as de inox, as coloridas ou em formatos divertidos. Qualquer uma serve. Só não dá para não ter.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Cheirinho bom

    Um bom aromatizador disfarça o odor que a maior frequência de uso pode causar. Mas é preciso cuidado ao escolher o perfume. Afinal, você não quer que um amigo ou familiar tenha alergia ou dores de cabeça por conta do aroma. As essências cítricas são as que melhor resolvem a questão sem incomodar tanto. Só tome cuidado para não misturar cheiros, por exemplo, colocando uma pedra sanitária dentro do vaso e um aromatizador de varetas sobre a bancada. Invista em apenas um item e, se possível, use um difusor, que não precisa ser manuseado.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Objetos pessoais fora da vista

    Quando o banheiro não é lavabo, é preciso gastar um tempinho com a arrumação. O ideal é diminuir a quantidade de itens pessoais para garantir o conforto de quem vai transitar por ali. A toalha de banho vai para o varal, os produtos de higiene e beleza - ou pelo menos a maioria deles - ficam escondidos no armário e o tapete também sai. Afinal, o capacho precisa ser mantido limpo para receber os pés logo após o banho. E, com o movimento intenso, é óbvio que ele perderá sua função.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Coloque um som

    Não há nada mais barulhento do que o silêncio, quando você é obrigado a usar o sanitário em um ambiente cheio de gente. E esta situação é cada vez mais comum em apartamentos com paredes finas, onde o banheiro social está "grudado" na sala. Uma maneira de contornar a situação é deixar uma música para embalar os convidados, nem que seja em um volume baixo. Se tiver um banheiro espaçoso e quiser gastar um pouco mais, uma pequena fonte de água também ajuda a disfarçar ruídos.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Mimos são delicadeza extra

    Se você pretende agradar ainda mais, pode montar um kit aos moldes daqueles oferecidos em grandes eventos, como casamentos. Alguns paparicos que impressionam são: remédios para dor de cabeça, absorventes, creme para as mãos, enxaguante bucal, fio dental, lenços umedecidos, grampos e elásticos de cabelo, além de um pente ou escova nova.

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Topo