Casa e decoração

Preto e cinza criam decorações chiques e contemporâneas na Casa Cor Goiás

Do UOL, em São Paulo

A decoração com base no preto e no cinza (em diversos tons) é um dos destaques da Casa Cor Goiás, que segue em cartaz até o dia 22 de junho. Com o tema "Celebrar", a exposição explora as diferentes possibilidades que um lar pode oferecer ao morador. A mostra está localizada na Rua 30, esquina com a Avenida Tocantins, em Goiânia e o ingresso custa R$ 44 (inteira). Para outras informações, acesse o site do evento.

#50tons

  • Jomar Bragança/ Divulgação

    Sofisticação

    O arquiteto Giovanni Borges apresenta o espaço 50 Tons Urbanos, na Casa Cor Goiás. Inspirado em um homem cosmopolita e sofisticado, o ambiente foi montado em uma área com 101 m², decorada com peças nobres: no sofá e no pufe (em primeiro plano), o revestimento é de couro escuro e o lustre é do tipo candelabro na cor preta. O toque de modernidade é dado pela caveira negra, em cima de uma das mesas laterais. Ao fundo, a cozinha conta com uma mesa de jantar branca, mas as demais peças seguem a linha geral da ambientação.

    Imagem: Jomar Bragança/ Divulgação

  • Jomar Bragança/ Divulgação

    Aconchego

    A suíte do espaço 50 Tons Urbanos é intimista e convidativa, com decoração baseada nos tons escuros. No chão, o tapete cinza claro deixa o espaço mais aconchegante, enquanto a mini estátua de cachorro usando smoking é a responsável pelo lado divertido da criação de Giovanni Borges. Ao fundo, a sala de banho tem como contraponto a banheira branca, que recebe luz natural direta, além dos dois vasos dourados.

    Imagem: Jomar Bragança/ Divulgação

  • Jomar Bragança/ Divulgação

    Conforto

    A cor preta cria o pano de fundo para o Lounge 9, assinado por Ana Paula de Castro e Sanderson Porto: o quartzo Pietra Grey reveste a parede com plantas especialmente pensadas para ambientes fechados. Nos 85 m² desta construção na Casa Cor Goiás, o tom escuro ainda figura na base da mesa de centro e no aparador entre os sofás verdes.

    Imagem: Jomar Bragança/ Divulgação

  • Jomar Bragança/ Divulgação

    Cores

    O Studio Nando, assinado pelo designer de interiores Nando Nunes, conta com diferentes padrões acinzentados. Na parede à esquerda foi usado um tom mais claro, que cria contraste com o sofá e com o espelho (à direita). Com formas limpas e lineares, o espaço de 63 m² também conta com uma parede (ao fundo) revestida pelo painel de MDF com pintura em microtextura. A maioria dos móveis do estar é de madeira clara, mas há uma mesa lateral dourada ao lado do estofado.

    Imagem: Jomar Bragança/ Divulgação

  • Jomar Bragança/ Divulgação

    Gótico suave

    O closet e o banheiro assinados pelo arquiteto Pedro Ernesto e pela designer de interiores Leandra Casto é decorado com materiais nobres, como metais banhados em ouro rosa e revestimentos que misturam porcelanato, concreto aparente e mármore travertino, todos em tons de cinza. Para manter o clima, até as toalhas e as roupas expostas no espaço são pretas.

    Imagem: Jomar Bragança/ Divulgação

Topo