Decoração de ambientes

Segredos para não errar na escolha do tapete ideal para cada cômodo da casa

Felipe Jaeger/ Divulgação FJ Pronto pra Levar!

Karine Serezuella

Colaboração para o UOL, de Ribeirão Preto

Tapetes ajudam a aquecer a casa e nesses dias gelados são muito bem-vindos. Eles também são peças curingas, porque embelezam, dão conforto e renovam o ambiente. Mas você sabe como escolher o modelo ideal para salas, quartos e banheiros? Já teve dúvidas sobre o tamanho da tapeçaria e o melhor material para cada cômodo? Solucione seus problemas de decoração com as dicas do UOL e, de quebra, veja sugestões de consumo clicando no "Leia mais" de cada tópico.

Fontes: Ana Rozenblit e Sabrina Salles, arquitetas do escritório Spaço Interior; Elaine Gonzalez, arquiteta do escritório UMM Arquitetura e Pedro Bazani, arquiteto.

Sem puxar o tapete

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Na sala de estar

    As pontas do tapete precisam 'entrar', pelo menos, 15 cm sob o o mobiliário, a exemplo do sofá e das poltronas. Em amplas áreas de estar, a tapeçaria pode se estender por quase todo o piso e apoiar todos os móveis sobre si. Neste caso, deixe uma sobra de 20 a 30 cm antes de cada extremidade. Se a decoração for mais moderna ou descontraída, você pode investir em uma peça menor e, até, assimétrica, para colocar no centro do espaço. Nas salas, os materiais podem ser variados: dos sintéticos (náilon, poliéster, PVC etc.) aos naturais como lã, algodão, couro ou sisal, tudo depende do estilo decorativo. Leia mais

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    Na sala de jantar

    O tapete deve ultrapassar em cerca de 90 cm do tamanho da mesa, porque dessa forma, quando a pessoa se levantar, a cadeira permanecerá sobre a peça, sem oferecer risco de enroscar nas bordas da tapeçaria. Os materiais mais recomendados para salas de jantar são os sintéticos, de baixa espessura, para garantir a limpeza fácil. Leia mais

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    No quarto

    Se quiser deixar o espaço mais aconchegante use peças amplas: o tapete deve, ao menos, ficar sob a cama, e se expandir por 60 cm em relação à cada lateral e ao pé do leito. No entanto, é possível optar por tapeçarias menores: passadeiras nas laterais da cama ou modelos redondos em frente ao guarda-roupa ou sob uma poltrona de leitura são boas pedidas. Para quem é alérgico, as fibras sintéticas são as mais indicadas. Se não houver restrição, materiais naturais são bem-vindos. Leia mais

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

  • Marcos Inoue/ Arte UOL

    No banheiro

    Os arquitetos consultados pelo UOL indicam o uso de tapete somente em frente à bancada e/ou próximo ao boxe. O tamanho da peça pode variar conforme a dimensão dessas áreas, mas a dica para não errar é optar por uma tapeçaria discreta, próxima à cor do piso. O modelo deve ser de material sintético para fácil remoção e limpeza, o que não quer dizer que não possa ser bem felpudo. Leia mais

    Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Topo