Últimas de Estilo de vida

Sete coisas que podem detonar a sua casa e o seu jardim no verão

Getty Images
Fazer vistorias e manutenções em dia ajuda a preservar a casa no verão imagem: Getty Images

Juliana Nakamura

Colaboração para o UOL, de São Paulo

Sol intenso, temperaturas elevadas e pancadas de chuva torrenciais são marcas do verão brasileiro. E essas características típicas do clima tropical podem causar sérios danos em diferentes partes de casas e apartamentos. Veja a seguir alguns dos problemas que o verão pode provocar a sua residência e dicas para evitar perdas e dores de cabeça.

Fontes: Aquiles Nícolas Kílaris, arquiteto; Edson Alencar, empreiteiro; Leroy Merlin e Suvinil.

  • Getty Images

    Bichos intrusos

    Junto com o calor, o verão também traz a presença indesejável de mosquitos, baratas, formigas, ratos e aranhas. Para evitar esses intrusos, não há outra solução a não ser manter a casa limpa e dedetizar todos os ambientes semestralmente. Leia mais

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Calhas e ralos

    Investir em um bom sistema de calhas e ralos é fundamental para evitar empoçamentos, goteiras e alagamentos. Se sua casa já possui todos esses elementos, não deixe de fazer a manutenção periódica. Limpe calhas, ralos, canaletas e guias regularmente. Uma dica: para impedir a entrada de folhas e granizos, que causam entupimento e danificam o duto, instale uma tela de náilon para tampar a calha. Leia mais

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Descargas elétricas

    O verão é a época do ano com maior incidência de tempestades e raios causadores de danos a casas e apartamentos. Para evitar a perda de equipamentos eletroeletrônicos, a saída é recorrer aos estabilizadores de energia, como os módulos isoladores ou "nobreaks". Também vale checar se o para-raios instalado no telhado está em boas condições de funcionamento e, se necessário, substituí-lo.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Jardim

    O gramado e as plantas mais delicadas costumam sofrer com a forte incidência do sol e com as chuvas que encharcam o solo e, muitas vezes, vêm acompanhadas de granizo. Para evitar danos, há duas estratégias eficazes: caprichar na drenagem do solo e cobrir as folhagens mais sensíveis com sombrite, tela plástica que cria uma espécie de estufa. A drenagem deve ser feita previamente, preparando o solo com argila, areia e húmus, ou com a instalação de valas e tubos de drenagem. Leia mais

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Madeiras

    As madeiras padecem no verão: a exposição aos raios ultravioleta leva à variação de cor e a chuva compromete a durabilidade, favorecendo o aparecimento de insetos e o apodrecimento. Para proteger e manter a beleza do material vale submetê-lo a tratamentos prévios, como a aplicação de vernizes, que recobrem a superfície da madeira e dão um acabamento liso, e de stains impregnantes. A aplicação a cada seis meses de cera de carnaúba neutra é outra recomendação. Leia mais

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Tecidos e estofados

    O sol intenso e persistente também é capaz de desbotar tecidos e estofados. Por isso, a recomendação é que, para os móveis externos, a preferência seja dada para materiais resistentes, como fibras sintéticas e tecidos náuticos. Cortinas, em especial, tendem a perder seu encanto quando expostas aos raios UV. Nesse caso, o melhor é contar com anteparos que criem sombra na fachada, como os brises e toldos. Uma alternativa válida para casas com amplas faces envidraçadas, são as películas de proteção solar.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Telhados e coberturas

    A vistoria das calhas deve se estender ao telhado. Além de retirar as folhas e os galhos que podem ficar parados na cobertura, verifique se não há telhas rachadas, quebradas ou faltando. Caso isso aconteça, troque-as imediatamente por substitutas do mesmo modelo. Afinal, ninguém quer passar o verão contornando problemas com goteiras, certo? Leia mais

    Imagem: Getty Images

Topo