Vida em casa

Varal não é tudo igual: entenda as diferenças e escolha o melhor para você

Getty Images

Simone Sayegh

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Estender as roupas pode ser um tormento se não temos o varal certo para o espaço disponível e a demanda de uso. Ao escolher um exemplar, analise a metragem e qual tipo vai evitar que a circulação e o arejamento do ambiente sejam comprometidos.

Basicamente, os varais se dividem em de chão, parede ou teto. Com relação ao material, existem produtos de ferro, alumínio e aço inox, sendo o último o mais recomendável por ser mais durável e resistente.

No entanto, para qualquer opção, se informe sobre a garantia e qual a carga suportada pelo varal, seja ela total (de uma esquadria única) ou a cada vareta ou fio. O cuidado garante maior vida útil ao utensílio e evita a troca ou reparo frequente. Também é recomendável que a pintura seja eletrostática, para proteger o material da corrosão.  Se o varal for elétrico, não se esqueça de checar a voltagem do aparelho e se há pontos de energia disponíveis no local de instalação.

Varetas

Com relação às varetas, é importante que elas não sejam muito finas a fim de oferecerem mais resistência e firmeza para sustentar as roupas. Se as hastes forem muito espessas, atente-se: a maneira correta de colocar o prendedor é abaixo da linha da vara, unindo as duas partes da peça. O espaçamento entre as varetas deve ter uma distância que facilite a secagem de malhas e edredons, quando necessário.

Quando for possível escolher a melhor posição para o varal, opte por aquela em que o vento passe pelo comprimento da vareta. Instale o item fora da passagem e observe os pontos de apoio para possibilitar a movimentação do varal, quando necessário.

No teto

  • Maxeb/ Divulgação

    Varal de corpo único

    Os varais de tetos tradicionais podem ser de ferro, aço ou alumínio, em diversos tamanhos e com formas de fixação distintas. O modelo de aço é o mais resistente e, se as varetas forem mais grossas, a durabilidade é maior. Para não errar na compra, meça o espaço disponível e certifique-se de que há apoio para as roldanas de acionamento, na parede.

    Imagem: Maxeb/ Divulgação

  •  Só Varais/ Divulgação

    Varal à manivela

    Os varais de teto também podem ser abaixados e levantados por manivelas, que reduzem o esforço manual na movimentação em até 60%. Com a possibilidade de acionamento eletrônico, tais modelos são bivolt, mas dependem de instalação elétrica disponível no local.

    Imagem: Só Varais/ Divulgação

  • Maxeb/ Divulgação

    Varal com movimentação individual de varetas

    Os varais de teto com varetas que podem ser movimentadas uma a uma são práticos e facilitam a descida ou a subida por distribuírem a carga pontualmente. Em geral, tais exemplares detém entre 5 e 12 varetas e, comumente, são fixados no teto (gesso ou alvenaria), mas há modelos com ancoragem na parede. Além dos tipos com acionamento manual (foto), há os que usam manejo elétrico.

    Imagem: Maxeb/ Divulgação

  • Pluma Varais/ Divulgação

    Varal com dupla função

    A placa de tela que fica logo acima das varetas serve para estender peças de tecidos delicados e leves ou que demandem secagem na horizontal, como malhas e tricôs. As varas estão em duas orientações diferentes e têm tamanhos distintos. Este tipo é bom para áreas de serviço e pode ser feito sob medida.

    Imagem: Pluma Varais/ Divulgação

Na parede

  • Maxeb/ Divulgação

    Varal retrátil

    Os modelos retráteis, instalados em paredes, são estruturados em "caixinhas" de plástico com roldanas embutidas. Seu mecanismo se adapta a diferentes distâncias, o que permite deixar o varal no tamanho desejado. As cordas são travadas, garantindo a tensão necessária para apoio das roupas e, quando não está em uso, o utensílio pode ficar totalmente encaixado para economizar espaço.

    Imagem: Maxeb/ Divulgação

  • Tec Varais/ Divulgação

    Varal removível

    Este modelo de varal de parede (ou muro) é fixado por parafusos e conta com dois suportes para as cordas em polietileno. A distância mínima recomendada é de 4 m, mas os fios chegam a 6 m de comprimento. O comando pode ser instalado em ambos os lados e as cordas são removíveis.

    Imagem: Tec Varais/ Divulgação

  • Varais Online/ Divulgação

    Varal sanfonado

    Geralmente feitos de alumínio, esses varais são ideais para ambientes pequenos ou para o uso auxiliar, por exemplo, em dias de chuva. Sua instalação é simples e o objeto ocupa pouco espaço, pois pode ser retraído quando não está em uso.

    Imagem: Varais Online/ Divulgação

  • Maxeb/ Divulgação

    Varal dobrável

    Ideal para o uso auxiliar e perfeito para acomodar toalhas, este modelo é dobrável, recostando-se à parede quando fora de uso e, assim, economizando espaço na lavanderia.

    Imagem: Maxeb/ Divulgação

Topo